"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

Parva que tu és

Ui, parece que está a causar furor essa nova canção dos Deolinda Parva que eu sou.

Parabéns, os Deolinda souberam encontrar a fórmula para o sucesso, no seio do público português: a queixa, o desalento com os dias de hoje (porque dantes é que era), o dizer mal. Só faltava uma boca mais directa ao país.

 

Ideias matrizes da letra:

 

1 - Sou da geração sem remuneração

 

És da geração de pais com boa renumeração que conseguiram pôr os filhos a estudar na universidade, fora de casa.

 

2 - Porque isto está mal e vai continuar

Pelo menos, são as previsões dos economistas.

 

3 - Sou da geração ‘casinha dos pais’,

Os teus pais são da geração “casa-te aos 20 e faz-te à vida”.

 

4 - “Filhos, marido, estou sempre a adiar
E ainda me falta o carro pagar,”

 

- O quê !!!!!!!!! Tens carro e ainda te queixas!!! F**********-se. E já agora… se ainda estás a pagar… não, não podes ter comprado um carro novo. Deves ser é da geração do crédito fácil ou da geração que vive numa terra sem transportes públicos.

 

5 - Sou da geração ‘vou queixar-me pra quê?’

 

Então… porque te queixas?

 

6- Há alguém bem pior do que eu na tv.

 

Bom pensamento. A minha mãe sempre me contava a história do homem que chorava descalço até ver uma criança sem pés”. Embora nem eu aceite muito este pensamento positivo.

 

7 - Sou da geração ‘eu já não posso mais!’

Que esta situação dura há tempo demais

 

Serás de uma geração impaciente, intolerante, e que não gosta de ser contrariada?

 

(E remata com a frase de oiro):

 

8 - “Que mundo tão parvo

Onde para ser escravo é preciso estudar”

 

Já o Quino dizia nos anos 60 ou 70 “Trabalhar para ganhar a vida, mas porque é que a vida que se ganha, tem que ser gasta a trabalhar para ganhar a vida?”.

Um dia havemos de conseguir. Já passamos de 18 horas por dia, 7 dias por semana, duro no campo ou na fábrica, para 8 horas por dia, 5 dias por semana, no escritório. Não descanso enquanto não trabalharmos 3 horas por dia, 2 dias por semana, com 4 meses de férias anuais, mais subsídios de carnaval, Páscoa e férias de inverno (na neve). A Luta continua.

 

Não é preciso dares-te ao trabalho enfadonho de estudar. Para seres escrava basta seres raptada pelos espanhóis e levada para uma casa de alterne no país vizinho.

 

Tu própria dizes que há alguém bem pior que tu na TV, o problema é que há alguém com um carro já pago, um apartamento de 100 m2 e um marido… do cara#$% ças!

publicado por antiego às 16:55
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
8 comentários:
De produtos eroticos a 21 de Fevereiro de 2011 às 18:03
adorei o blog!
De sexshop a 21 de Fevereiro de 2011 às 18:05
eu também curti muito!
De sexshop a 21 de Fevereiro de 2011 às 18:06
esse blog é brasileiro ou português?
De antiego a 21 de Fevereiro de 2011 às 18:33
O Blog é portugues. A canção de que eu falo é portuguesa do grupo de musica Deolinda.
De Dylan a 23 de Fevereiro de 2011 às 11:42
Da geração mais envelhecida da Europa que vive miseravelmente no centro das grandes cidades à geração "à rasca", dos 500 euros, que vive em casa dos pais; da geração da 4ª classe à geração das múltiplas licenciaturas; da geração da verdadeira música de intervenção de personagens como Zeca Afonso e Adriano Correia de Oliveira à "geração parva", dos Deolinda, que nunca se mobilizou para nada a não ser para o comodismo cívico e político. Pela primeira vez nas vossas vidas, berrem, revoltem-se, exerçam o direito de cidadania, mas façam-no por todas as gerações, pelos excluídos, por aqueles que não têm um canudo, pelos desempregados, pelos trabalhadores precários e os explorados pelo patronato.

De antiego a 23 de Fevereiro de 2011 às 14:31
Apoiado.
De ben a 3 de Março de 2011 às 11:36
Uma geração é fruto da anterior! Chamam-nos rasca por não termos a quarta classe! Por chegarmos a uma entrevista e dizerem (os da geração anterior) que temos habilitações a mais! em um país em que a economia está cada vez mais em crise! Porquê?? porque temos habilitações a mais para trabalhar neste país! É um desperdício dos recursos! Que sociedade ignorante que temos! E não vai mudar visto que as massas são quem manda..os velhos que tendem em nos chamr rasca que votam num partido sem sequer saber nada do que ele defende nessas eleições! Enfim...chamem-nos o que quiserem mas foram vocês que nos trouxeram para este mundo agora saibam também nos dar lugar nele! tenho dito!
De antiego a 3 de Março de 2011 às 14:17
Acho que ninguém tem habilitações a mais. Há é habilitações sub-aproveitadas.

Grande problema foi terem deixado cursos superiores abertos que já se estava careca de saber que não teriam saídas profissionais.

A formação nunca fez mal a ninguém.

O que é preferivel: ser desempregado com 12º ano ou com curso superior?

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds