"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Terça-feira, 15 de Março de 2011

Eles Pensavam

            Já aqui falei dos pedantes do “Não” e “Depende”. Hoje vou falar dos arrogantes do “Pensa! Pensa!”.

            No fim dos anos 90 havia a moda, de certos iluminados virarem-se para pessoas de QI inferior, e iradamente rogarem-lhes que pensassem um bocado.

 

            Geralmente estes iluminados eram pessoas hiper-activas, com a cabeça a cem à hora, uns poços sem fundo de ideias visionárias de como salvar o país e o mundo das malhas da imbecilidade.

            Só havia uma coisa que lhes escapava: o défice de atenção cognitivo que acompanha as crianças hiper-activas. Deste modo, tinham dificuldade em parar quietos e acabar o que começavam, e tinham dificuldades em aprender novos conhecimentos que estavam para lá da sua esfera autista.

 

            Eram os grandes Chico-espertos da vida. Eles é que sabiam, eles é que sabiam viver e… principalmente, e esta era a chave - eles pensavam.

 

            Mas por estranho que pareça, tudo o que eles pensavam já tinha sido pensado, dito e publicado, vezes sem conta. Ou seja, a sua sabedoria era constituída por enormes clichés. E eles convencidos que eram os autores desses esquemas mentais geniais. Tudo era bastante fácil. Se calhar tanta facilidade era desmotivadora.

 

            O “Pensa! Pensa” vive a duas dimensões, e ao encontrar-se com um “Num Sei…” que vive a 3 dimensões, a conversa poderia ser mais ou menos esta:

- Fosga-se pá! Não vês que isto é um segmento de recta! Pensa, Pensa! É uma coisa que tem um começo, um fim e parece uma linha. É só pensar.

- Hmmmm, num sei, é uma linha….

- Não é só uma linha! Blá blá blá…

- Ui, num sei, estava capaz de jurar que era um círculo.

- Um quê! O que é isso, um circulo diz ele, AH AH AH AH AH.

publicado por antiego às 11:12
| Adicionar aos Posts Favoritos
|
De carlotapiresdacosta a 15 de Março de 2011 às 17:48
Vim retribuir a visita.
De antiego a 15 de Março de 2011 às 20:19
Relembre-me o seu blog.
De carlotapiresdacosta a 15 de Março de 2011 às 20:40
Orquídea
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds