"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

. Crise e Poupança

.arquivos

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Segunda-feira, 25 de Julho de 2011

País Imperfeito

            Já fiz esta experiência várias vezes em diversos meios. Pessoalmente só com uma pessoa, num grupo de pessoas e nas redes sociais, mailing lists, fóruns.

            A experiência é dar uma boa notícia sobre Portugal, com alegria e manter uma atitude optimista na discussão que se gera a seguir.

            A reacção é invariavelmente a mesma: os meus interlocutores aceitam a noticia mas começam a descascar possessos sobre o país, mostrando outras perspectivas negativas, ignorando de pronto a boa nova.

 

            A grande vantagem no espírito crítico é a ambição de almejar mais e melhor. É fundamental para combater a inércia e a acomodação. Só que estas criticas soam mais a gosto pela maledicência e demonstrações de insatisfação pessoal. A maior parte das pessoas não está predisposta a ouvir boas notícias.

            Quando a paixão é grande por dizer mal, mesmo perante evidências, factos inegáveis, o maledicente não verga. O sentimento é mais forte que os factos. Não ouvir, não ver para não crer.

            Com tanta auto-critica, um dia vamos ser o país perfeito.

 

            Deixo-vos com o fado positivo.

tags:
publicado por antiego às 12:50
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
1 comentário:
De zecarrapato a 25 de Julho de 2011 às 16:57
Num país onde os loobies abundam e proliferam é cada vez mais dificil fazer uma crítica abonatória. Há cada vez mais entidades que gerem este país a seu bel-prazer como se do seu quintal se tratasse. Há instituições ( e atentem na palavra, verão que "está instituído") que não abdicam das mordomias a que se habituaram e os substitutos são sempre familiares e amigos como uma dinastia institucional.
Atentem nesta "Cosa Nostra " que são as ordens (vulgo sindicatos). Um técnico acaba uma licenciatura numa escola reconhecida e depois "inventam" um exame a essa Ordem e não contentes com isso ainda exigem o pagamento de uma quota mensal ou bi-mensal , tanto faz, para que o técnico possa exercer a sua profissão. E esta autorização tem de ser renovada, para manter todo o séquito de parasitas que decidem ou não do acesso a um trabalho. Falam da Mafia italiana, mas aqui já está há muito enraizada e não se faz nada. Santo país este.
Mordomias e mais mordomias. Os "velhinhos" que não estão interessados em mudar o sistema, já que são beneficiados pelo trabalho escravo e não remunerado ou mal, dos estagiários. E são estes professores os mesmos que o licenciaram a exigir um exame à tal dita Ordem dando sim uma realidade do ensino administrado.
Santo país este.

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds