"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

. Crise e Poupança

.arquivos

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Terça-feira, 1 de Outubro de 2013

Apanhar um Avião

Acho que a moda deve ter começado perto do ano 2000. O gosto de viajar, abrir os horizontes conhecendo outros países.

Conheci umas tipas piroso-intelectuais que gostavam muito de conhecer outros países, quiça outras culturas.

- Ai, viajar.... viajar, viajar... ou como eu gosto de dizer: ah, apanhar um avião !!

E diziam isto como quem é a autora da frase, como os pais que põem os nomes da moda aos seus filhos acham que foram eles que escolheram os nomes.

Estas são as mesmas gajas que acham o cinema francês o máximo ou até quanto mais dificl de ouvir uma musica ela é mais erudita.

Achei engraçado ver uma vez na minha série preferida de então "Sete Palmos de Terra" a velhinha mãe FIsher a conersar com uma amiga pensando na hipótese de fazer turismo no vietname, mais concretamente ciclo-turismo. E acabou por concluir:

- Esta ideia parece tão desesperante.

Na minha coleção pessoal tenho cerca de 10 países. Só 1 destes 10 países eu conheci por iniciativa própria. Os outros conheci-os como acho que se devem conhecer: naturalmente ou por grande paixão. Bem, de facto, aquele que conheci forçando a cena (a Irlanda), foi uma paixão que um Alemão me passou. E acabou por ser a maior desilusão.

Eu até que gostava de ir ao Brasil, Israel, Nova Zelandia, Australia, Pacifico, e até visitar todos os países do mundo. Mas não vou fazer nada por isso. Prefiro que eles me caiam no colo como os outros me cairam (ou cair no destino).

Estou com a Bjork: "I've seen it all". Desde que eu esteja rodeado por árvores, não preciso de ver mais nada.

tags:
publicado por antiego às 00:28
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
2 comentários:
De Margarida a 1 de Outubro de 2013 às 12:39
Não querendo meter o bedelho, acho que muitas vezes temos de ser nós a mexer-nos para fazer com que as coisas acontecçam. Como se costuma dizer: não fiques sentada à espera que a felicidade te caia no colo.
De antiego a 1 de Outubro de 2013 às 23:41
Lá está: é uma espécie de leve desespero.

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds