"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Domingo, 27 de Maio de 2007

Desertificar é preciso

Agora foi a vez do Palhaço mário lino.

 

Quantos mais palhaços vamos ter que aturar na TV? E ainda hoje estou para saber como é que o palhaço-mor (O Santana), ainda não despareceu do mapa, morto de vergonha, ou como ainda alguém o quer ouvir.

 

O palhaço da actualidade chamou de deserto à margem sul. Toda a gente se indignou. Indignaram-se porquê? Porque houve um primeiro que se lembrou de se indignar e depois foi tudo atrás.

 

O grave não foi o gajo ter chamado deserto. Grave é o raciocinio e grave é o estilo: o tom patético com que falava e dizia graçolas,

 

Deserto? Claro que a margem sul e o Alentejo são um deserto quando comparados com Lisboa. Bolas, mas este pessoal não sabe o que é uma metáfora !!

 

Já há anos que oiço falar na desertificação do interior e do seu alerta vermelho. Há anos que me impressiona este centralismo em Lisboa. É medonho. Quem visitou um país como a Suiça, em que lhe pareceu que há uma dúzia de cidades que se equiparam... esse é o modelo do descentralismo.

 

E desde que nasci oiço dizer que Portugal é Lisboa e o resto paisagem. É assim tão despropositada a metáfora? O problema é que o pessoal é doentiamente susceptivel e está sempre pronto a desancar em alguém. Coitado do lininho.

 

O erro crasso do discurso do deserto é ele que ele é um tiro pela culatra. O argumento dado é um tiro no próprio pé. É mais uma razão para construir o aeroporto na magem sul.

 

Se me perguntassem: qual o melhor local para construir um aeroporto para servir a capital, com um potencial infinito para crescer, para, quiça, tornar-se uma cidade aerporto, para descentralizar, atrair populações, criar outro centro?

 

eu responderia:

 

- Se houvesse um deserto a 30 km de Lisboa...

 

(de resto, continuo com a minha sugestão, Um local bem melhor para um aeroporto que a OTA é o parque eduardo VII -  e certamente um maior desafio para a engenharia portuguesa)

 

 

Sexta-feira, 25 de Maio de 2007

As you turn to go - canções que salvaram a tua vida

Let the camera linger on your perfect skin

your widow's peak and your lucky grin

and the bluest eyes I know

as you turn to go

 

Let there be a record of your gorgeous voice

the turn of phrase that filled my days with joy

something like Bing singing soft and low

as you turn to go

 

I know I'm not supposed to say I'm sorry

I know you've had more loves than Mata Hari

but you know you're the star of my life story

and I'm so sorry

 

Let the poets struggle to describe your heart

your art of love and your love of art

Well, if you ever loved me tell me so

as you turn to go

 

If you ever loved me tell me so

as you turn to go

If you ever loved me tell me so

as you turn to go                    (The 6ths & Momus)

 

 

Sukhumvit Soi 11, Bangkok 10110, Fevereiro de 2001, Despedida da Liliane Gut

 

“but don't forget the songs that made you cry and the songs that saved your life" - The Smiths, Rubber Ring

       

publicado por antiego às 17:49
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|

Os 10 melhores albuns de sempre

1) The Wall – Pink Floyd

2) Time – Electric Light Orchestra

3) Blood – This Mortal Coil

4) Within the Realm of a Dying Sun – Dead Can Dance

5) Black Celebration – Depeche Mode

6) Os dias da Madredeus

7) Phantom of Paradise

8) Oswaldo Montenegro – Oswaldo Montenegro

9) Achtung Baby – U2

10) Concert in Central Park – Simon and Garfunkel

 

 

            Este é o ranking dos 10 albuns mais importantes da minha vida. Se tivesses que falar todos, seria um post para cada um. Nesta escolha pensada, tive muito em conta o conceito de “album conceptual”. Ou seja, um album pode apenas ser uma compilação de musicas soltas, ou “a soma das partes ser mais que o todo”. The Wall, Time, Blood, e Phantom of Paradise, são, sem dúvida albuns conceptuais. A Marca da conceptualidade também está no facto de, nos 3 primeiros, não haverem pausas entre as pistas de música. As canções surgem encadeadas, misturadas. Ou seja, os albuns são mesmo um todo.

Não confundir Phantom of Paradise com Phantom of the Opera. Phantom of the Opera é também uma obra musical que eu amo muito e só não a incluí aqui, porque, antes de mais, é uma opera. Phantom of Paradise, o album, é a banda sonora do filme com o mesmo nome, de Brian de Palma (1973)

            Time será dos mais desconhecidos. Só vou dizer que a ultima vez que me lembrei dele foi no CD do Jay-Jay Johanson “Antenna”. Com muito agrado constatei que o Johanson foi beber dessa reliquia. “Antenna” de Johanson é um filho de Time dos ELO. Longe estamos de precisar de um teste ADN. As canções “Automatic lover”,  “Wonderful Combat” e “1984” são a cara chapada do pai. Só espero que a mãe tenha feito uma referência ao pai (comprei o CD, perdi-o, não o li).

publicado por antiego às 14:42
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

Striptease de uma resposta

Sic Radical, 22 de Maio de 2007, às 23 horas

 

Programa: "boa noite Alvim"

 

            Marta Crawford é uma presença duplamente sensual. Mas foi nozes para quem não tem dentes. Era como um chavalo desajeitado tentasse engatar a tipa mais boa e inteligente.

            O gajo pensa que tem piada, esforçasse por dizer graças. Mais vale cair em graça. Não tem graça. Até diz umas piadas com humor, mas sem graça, forçadas, artificiais e fora de tempo.... embaraça, é pateta.

            Salva-se o programa pela convidada. Com tanta baboseira, sai uma pergunta brejeira, mas de grande interesse para o mundo masculino:

 

- É verdade que o sémen tem muitas proteínas?

 

A Marta sorri. Percebe-se onde a pergunta quer chegar. E começa a parafrasear bastante. Detem-se muito a focar a importãncia da saúde do sémen. Cria suspense, prepara a o objectivo principal da pergunta. Chega a dizer:

 

- Quanto a tomar...

 

            E não é que aquele f* daquele pateta estupido, interrompe-a com outra questão qualquer !!! E até a primeira observação dela foi:

 

- Você não me deixou terminar a ultima questão...

 

            E a Marta até pareceu preparar-se para concluir, voltando, atrás antes de comentar as novas palavras do pateta. Mas o gajo que vai ganhar o prémio do estupido do mês, não percebeu, não ouviu, e interrompeu outra vez, e tinha que falar, e tinha que ter piada, e tinha. Ainda fiquei uns segundos com  a esperança de a Marta voltar atrás e concluir a resposta de quanto a tomar. Mas, não havia hipótese, o gajo não deixava.

 

            Estragou-me a noite. Fiquei desconsolado. Fiquei ougado. Foi mais que descolhoante.

Aquilo foi um strip de uma resposta. A resposta estava a ser lenta, libidinosa, ia-se desnudando como uma mulher vouluptuosa, usando os óculos do toque sensual da mulher intelectual. Quando as mãos estavam a deslizar para o soutien... Pimba! O pimba do apresentador f*** tudo.

 

Que anti-climax. E que tal um emprego como castrador de perus?

 

Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

e-mail enviado à uefa


         UEFA has a very unfair rule in the eleminatories. It’s the rule that says that in case of a draw, the team that suffered more goals as the hostage, is eliminted. Let’s see the most common example: the team A wins 1 – 0 at home. At the second legh, if it scores 1 goal, the adversary has to score three goals !!! What are the consequences for the supporters? When a team plays home the first legh, the main goal is not to suffer goals. That would be a disaster. The odds are: a very tatical game, a defensive and cold game. We can not suffer a goal !!! A result of 1 – 0, is a super achievement!

 

          Nowadays, to draw home 0 – 0, is a good result. Second legh: the team that lost 1 – 0, has, as main goal, not to suffer a goal. The second goal is to score. The story is repetead. Who looses? The peopple that love football.

 

           Measures have been thought and taken to defend the show. Football is goal! Everybody knows that is urgent to encourage the chances of goal (without enlarging the goal in height or width). Some years ago england invented a good rule: the victory gives 3 points, the draw only one.

          The draw is the worst result it can happen in football. Unless the score is 2 – 2, or higher.

 

           Does it make any sense this stupid rule of goals scored in the adversary field? What is the idea? To penalyze teams which are super-defensive playing outside? But can you see the draw back? This is not an incentive to score goals. I think my rule is more fair: In case of a draw, wins the team that scored more goals in one of the two games.

             In the case, the results where 2 -1 and 1 – 0, wins the team that scored the two goals in one match, no matter in which field. Goals scored home or outside doesn’t matter. Goals are goals. Plus. The more detestable result is 0 - 0. In case the the result of the two leghs are two draws, if the sum of all goals are less than 3, there is no extra time. We would go directly to penalties. Like: “don’t give me more 30 minutes of no goals”. Thank you for your time. Consider making football a more fair and spetacular game

publicado por antiego às 16:35
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Segunda-feira, 14 de Maio de 2007

Para arrogante, arrogante e meio

Embore considere que tenho uma auto-estima razoável e seja presunçoso em muitos campos, nunca me vi como uma pessoa arrogante. Aliás, presunçoso e humilde é  uma das imagens que tenho de mim.

 

Cada vez mais fui notando a arrogãncia e paternalismo das pessoas. Será que ela aparece com a idade? Sim, é a cena da maturidade. Com a idade, já somos muito experimentados, sabemos mais, e daqui a pensarmos que sabemos mais que os outros, mormente, os mais jovens, é um passo.

 

Existe no mundo uma aberrante carência do ego. Esse insaciável. Temos que alimentar o nosso ego. E uma das formas de o alimentar é acharmo-nos mais sábios que os outros. É sermos mais que os outros. Isto é uma competição velada.

A competição da sabedoria passa-se mais entre o mundo dos homens.

 

Farto de estar rodeado por tantos arrogantes, sábios e até regadores, cheguei à conclusão que tinha que ser arrogante também. E não é que resulta? É uma excelente defesa. E resulta ainda mais quando estamos a ser atendidos. Com a arrogãncia e agressividade já já ganhei muitos euros.

 

Podem pensar: ah, o gajo diz que nem era arrogante. Oh, isso é ele a falar. Engano. Os arrogantes são como os bêbados. Nem notam que são arrogantes. Não têm a menor consciência disso. Por outro lado, eu quando estou a ser arrogante, tenho a plena consciência (e até sentimento de culpa) de que estou a ser arrogante.

Dói-me ser arrogante, mas obrigam-me a sê-lo, para me defender.

 

Só espero que de tanto me obrigarem, eu realmente não me torne num. É que o homem é um animal de hábitos.

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds