"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quinta-feira, 31 de Outubro de 2013

Dia de Todos os Santos

E pronto, com cerca de 12 feriados nacionais, tinham que matar o mais significativo deles todos a seguir ao Natal.

O Dia de todos os Santos é muito mais que um feriado religioso, é um feriado da humanidade. Este feriado faria-me deslocar à terra dos meus ancestrais para lhes prestar a minha eterna gratidão e fazê-los viver com a saudade (e imaginação pelos que não cheguei a conhecer).

tags:
publicado por antiego às 21:32
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Segunda-feira, 28 de Outubro de 2013

Lou Reed no Jornal i

Jornal i noticia a morte do Lou Reed com uma fotografia que cobre mais de metade da capa e a genial frase. "It's not a perfect day"

WTF!

Querem fazer concorrência aos jornais de futebol em trocadilhos? Humor Lisboeta.

tags:
publicado por antiego às 23:04
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Domingo, 27 de Outubro de 2013

Espaços Públicos de Convivio

Ontem por volta das 10 e meia passei por um largo que tem um coreto e uma fontezinha, na cidade de Lisboa. È um belo espaço. A esta hora não costumo ver gente, mas talvbez por ser sábado de noite estavam uma menina lá em cima no coreto, crianças cá em baixo e uns 4 adultos a conversar. O largo é muito mal iluminado. Só há luzes pelos passeios laterais cuja luz chega fraca, no largo do coreto mesmo não há lampadas. Só mesmo pela grande vontade de estar ao ar livre é que se pode estar ali. Depois passei por um largo da igreja muito bem iluminado. Estavam 2 crianças a andar de triciclo e mais a correr, numa grande festa, com essa alegria infantil que é um verdadeiro espetaculo ver e ouvir. Haviam adultos também a conversar.

Pensei que o que faz falta é espaços públicos bem iluminados, bem equipados para a malta conviver. Pode ser um belo parque inantil bem iluminado onde os pais possam levars os seus filhos depois do jantar para o passei higiénico, esse passeio super-saudável. Se houver uma esplanada com um quiosque, tanto melhor. Qual a alternativa? Levar vida de morcão no zapping e no computador?

Há pequenos pormenores, coisas tão pequeninas a que quase nenhum português liga e quem liga ainda corre o risco de ser gozado. E esses pequenos pormenores podem fazer toda a diferença. Nem custam muito a implementar (comparado com outras coisas) e o resultado seria imedivel. Um parque infantil pode melhorar a vida de centenas de pessoas e trazer ganhos de saúde gigantescos.

tags:
publicado por antiego às 18:23
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Sexta-feira, 25 de Outubro de 2013

Investimento Afectivo

Este Post é para todos aqueles que vêm a vida de um modo muito prático, maquinal, mercantil, contabilistico, empresarial, etc, e, no entanto, acham que o afecto é uma variável muito importante nas nossas vidas.

Não há melhor investimento afectivo do que ter filhos. E essa é a razão, seja mais ou menos inconsciente, porque muitas mulheres os têm.

Ficamos apaixonados e este é mesmo incondicional e para sempre. Há um fio terra para os nossos afectos. O investimento é de tal ordem que não é preciso esperar muito pelo retorno: nem ao fim de 2 anos, já nos estão a dar espontaneamente beijos e a fazer festinhas. O que cultivas é o que colhes. Nem passados 5 anos já pode ser que oiças:

- Papá, és fofinho, quero ficar contigo para sempre.

- Papá, vou ser teu amigo todos os dias.

- Papá, vou ser tua amiga para todo o mundo.

- Papá és tão fofinho, és tão bonito. Não quero que ninguém te rape (rapte), porque és meu, só meu.

tags: ,
publicado por antiego às 23:23
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Sexta-feira, 18 de Outubro de 2013

As palavras que Luís Figo não te dirá

A culpa não é do jogador de futebol que se tornou um verdadeiro senhor mas da comunicação social que insiste em publicar os seus comentários sobre a actualidade futebolistica.

Vejam em «Teoricamente a Islândia é o adversário mais acessível» – Figo. Onde se podem ler outras tiradas tão reluzentes como:

«Portugal não conseguiu apuramento pela primeira via, mas tem outra oportunidade para o conseguir, nos “play offs” e espero que seja possível estar presente no próximo Mundial», afirmou Luís Figo.

Aqui Luís Figo revela que um jogador de futebol pode enveredar pelo jornalismo quando acabar a sua carreira dentro das 4 linhas.

Mais concretamente, sobre teoria e prática, Figo disserta que:

«Teoricamente seria a Islândia. É a seleção mais acessível mas neste momento no futebol a teoria não é o mesmo que a prática. Pode ser em termos de nome mas em campo...» 

É muita ponderação. Luís Figo? É um senhor, vẽ-se logo pela cara. A imagem é mesmo uma coisa esmagadora.

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2013

Telenovelas: na minha empresa ninguém as segue

Amor à vida - Irresistivel! A mãe que se torna madastra da própia filha, com a breca, alguém já se tinha lembrado de semelhante? Vou seguindo. Soberbo o panilas e aquele seu reparo:

- Vocẽ não se lembra do meu nome! Um nome tão incomum?: Félix. Félix significa felicidade. Eu gosto muito do meu nome!

Personagem imbecil: o Ninho. O gajo cuja casa é o mundo e o tecto o céu. E que mais? A humanidade é a sua familia?

A Guerreira - O primeiro episódio foi alucinante, prometia. Desliguei cara. Alta produção, parecia uma telenovela file-americano, gande acção, a maior parte das actrizes são boas como milho, retrata a realidade brasileira: favelas, mundo do crime, comércio de mulheres. Porque não prende? Talvez por não ser telenovela nem "cidade de deus". Não há sentido de humor, não há tropicalidade. Também não ajuda não estarmos familiarizados com nenhum dos actores (ao contrário da 1ª telenovela onde conhecemos quase todos, sobretudo de "A Gabriela". Não encontro actor/actriz que cative.

Sol de Inverno - telenovela portuguesa? Ainda estou para saber como estamos a exportar telenovelas como quem vende pãezinhos quentes. Insosas. Parecem as minha centenas de tentativas para gostar do Dragon Ball Z - só de prestar atenção tudo me repele instantaneamente: o som, a imagem, as personagens.

Casa dos Segredos 4: é mais fácil de ver isto que uma telenovela portuguesa e é mais fácil de ver uma telenovela portuguesa que o Sangoku.

A Gabriela (remake): já tenho saudades de ver esta telenovela. Só havia uma coisa que não curtia muito: a própria Gabriela em excesso de personagem ìdilica. Personagem favorita: O irmão da besta do Berto que no fim ficou com a rapariga que este ultimo desgraçou a vida ao atira-la para o Bataclan. O Coronel que mata a sua mulher acaba por ter a sua patusquice e mostra-nos como uma besta tambem pode sentir (ao contrário do Berto que é uma completa besta).

tags:
publicado por antiego às 23:23
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|

Creche de 6 milhões

Gostava que alguém me explicasse o que vi.

Ao passear em Lisboa vi um local de obras e li o placard informativo. Numa area não superior a 200 metros quadrados vão construir uma creche e vem "obra adjudicada por 6abcdef,g0 euros". Em que as letras são uns algarismos que não me recodo. Eu até li o número vários vezes não fosse estar a confundir milhões com centenas de milhar ou com milhares.

Como é que uma creche em 200m2 pode custar 6 milhões de euros? Só se tiver 200 andares.

publicado por antiego às 22:42
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Quarta-feira, 9 de Outubro de 2013

O meu lugar mágico

Descobri um lugar em que, reuindas umas quantas condições, eu entro numa espécie de transe, noutro estado de espirito, há quem diga num estado de meditação.

Este espaço eu já conheço há cerca de 10 anos, mas nunca o tinha visto desta maneira.

È uma central de camionagens.

Foi por acaso que passei lá para apanhar uma camioneta, o que eu já não fazia há muitos anos. Quando me sentei à espera, olhei ao longe a banhou-me um sensação mágica na alma. De muito em muito longe senti na minha vida este estado único de plenitude. Geralmente é depois de fazer desporto (pode ser caminhar muito). O ar á nossa volta torna-se mágico. Costuma ser numa altura calma do dia: no amanhecer, no final da tarde ou à noite. Sinto uma serenidade intensa, um grande relaxamento, parece que as coisas andam em camera lenta.

Neste caso, na central das camionagens, estava ali sentado e tinha que ter um olhar difuso para as coisas. Não podia me focar em nenhum pormenor do que se passava à minha volta, não podia olhar para nenhuma pessoa em particular, para nenhuma camioneta. Tinha que olhar para tudo ao mesmo tempo sem prestar atenção a nada. Uma sensação enorme de seguranaça como se nada me pudesse tocar, como se eu tivesse a flutuar naquele espaço, como se eu fosse maior do que espaço todo ao ar livre. Talvez me sinta o centro do universo e o universo é aquele espaço.

As luzes das lampadas da via pública devem ajudar à magia. O Ar simples das pessoas que passam, até ar meigo de campónios, mas acho que sobretudo o barulho do motor das camiontas é aquilo que mais torna mágica a noite.

Parece que podia estar neste estado uma meia-hora.

Depois disso voltei lá e senti essa magia outra vez, embora na primeira vez tenha batido mais.

tags: ,
Domingo, 6 de Outubro de 2013

Vale o que vale

Há uns anos atrás o Sporting foi eleito a melhor equipa da europa do mês de Janeiro. Devia ser uma espécie de campeonato Playboy. Não perdi a oportunidade para bater no ceguinho, dando os meus cinicos parabéns a um colega meu adepto da colectividade berdejante. Ao que ele respondeu:

- Pois, este titulo vale o que vale, blá blá blá

Vale o que vale? Mas vale o quê? È claro que uma coisa vale o que vale, o que é que o gajo quer um gajo quer dizer com "vale o que vale"? Eu, de racicionio lesmoso, só percebi e apercebi-me há pouco tempo desta expressão: estamos no sul, o que os gajos querem dizer é "Num vale muito mais que um caralho". Com a breca, detesto este floreados, comem-me a cabeça.

publicado por antiego às 00:16
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Terça-feira, 1 de Outubro de 2013

Espanha Macabra

Com a breca, depois de ver aquela reportagem do comércio de bebés espanhois roubados à nascença ás mães para exportação e consumo nacional também, aos milhares, e depois das ultimas noticias macabras de espanha, a da mãe, avó e neta herdeira e a do irmão congelador, xiça !!! Pensem duas vezes antes de se darem com espanhois... E tal como Portugal pode ser um bom paiś para filmar porno, Espanha pode ser uma bom país para filmes de terror.

Ainda há a história da ONU exigir que Espanha investigue os desaparecimentos misteriosos de cidadões espanhois na ditadura de Franco. Enfim, este é que não é um povo de brandos costumes.

publicado por antiego às 23:35
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds