"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

Era uma vez um Fumador

            Comecei a fumar na Universidade. Más companhias e alcool. Eu que era o maior antitabagista do mundo. E continuei a sê-lo como fumador.

            Nos tempos académicos, levantava-me e fumava de seguida 3 cigarros em jejum. E depois com o café da manhã, mais um. Como me sabiam pela vida. O sistema ficou esquisito com os anos. Deixei de conseguir fumar cigarros em jejum. Tinha que comer, primeiro, nem que fosse uma bolacha. Os cigarros já não me sabiam tão bem. Passei dos 3 maços académicos por dia (2 maços na noitada) para um maço. E quando os cigarros até já sabem muito mal e fumamos na mesma? Isso é decadência. Uma estupidez.

            Deixei de fumar há um mês. Assalta-me diversas vezes uma forte vontade e a ideia do grande prazer de fumar.

            O meu happy thought é que já tive muito prazer a fumar, na vida. Já tive os meus grandes momentos a fumar. Grandes noites de borga, grandes noites de estudo, sempre a a dar-lhe. Costumava dizer que o tabaco era o meu combustivel. Fumava muitas vezes aquele que eu chamava o “cigarro da cogitação” – consistia simplesmente em fumar a fazer uma das coisas que mais gosto de fazer: pensar. Ouvir uma musica excelente a fumar um cigarro, era um prazer supremo. Um cigarro e uma musica, que combinação perfeita. Tomar um café sem fumar é algo de impensável, não faz sentido, é pior do que fazer sexo com preservativo.

            É uma das coisas que me consola e me ajuda a mentalizar para não fumar mais. Pensar que já gozei o suficiente a fumar. 18 anos a fumar, não chega? Como o homem que casa aos 21 anos, cedo, depois de ter centenas de mulheres, dizendo: mas gozei bem a vida.

publicado por antiego às 12:00
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
11 comentários:
De Miss Bradshaw a 19 de Dezembro de 2007 às 20:25
és tu com os cigarros e eu com as pastilhas elasticas.

"mordo" em media um pacote por dia! isto quando tou calminha! senão a coisa aumenta.....

gostei do ultimo pensamento
De antiego a 20 de Dezembro de 2007 às 18:07
Não é meu o ultimo pensamento, é a realidade mesmo. Já ouvi mais que uma vez esse comentário acerca de quem casoi cedo: "ah, mas gozou bem".
De Maaf a 20 de Dezembro de 2007 às 10:05
ah deixas-te de fumar há um mês???? Isso explica muita coisa!
De antiego a 20 de Dezembro de 2007 às 11:25
Significa que tenho que comer mais e ter mais sexo, para compensar.
De sextrip a 20 de Dezembro de 2007 às 17:30
nunca fumei.
nem sequer quando adolescente, quando se era "maricas" se não fumassemos.

mas sinceramente... já me chateia toda esta verborreia "anti-tabaco" a que se assiste (e ao seu "ricochete" também).
para mim, apenas mais um discurso hipócrita dos tempos que correm...

º

interessante esse teu último pensamento.
De antiego a 20 de Dezembro de 2007 às 18:01
Não é meu o ultimo pensamento, é a realidade mesmo. Já ouvi mais que uma vez esse comentário acerca de quem casoi cedo: "ah, mas gozou bem".

Não estou a ver a hipocrisia.
De sextrip a 21 de Dezembro de 2007 às 09:04
o "discurso hipócrita" a que me referi não tem a haver, nem com o que escreveste no artigo, nem sequer com a última frase.
creio que fui claro.
De antiego a 21 de Dezembro de 2007 às 10:33
Então tem a ver com quê?
De sextrip a 21 de Dezembro de 2007 às 17:05
« mas sinceramente... já me chateia toda esta verborreia "anti-tabaco" a que se assiste »

a que se assiste... na rua, nos meios de comunicação, nos cafés, no dia-a-dia.

« (e ao seu "ricochete" também). »

ao ricochete... as reacções dos fumadores e de muitas das suas razões de conveniência, etc.

« para mim, apenas mais um discurso hipócrita dos tempos que correm... »
De Afrika a 20 de Dezembro de 2007 às 22:11
Ola, eu vou nos "18" por varias vezes que deixei de fumar nunca passando dos 3 meses... actualmente fumo a ridicula quantidade de 5 por dia quando nao chegam a ser menos mas desistir nao me parece, por que alias eu gosto! Depois do sexo, acho que nao ha nada que me de mais prazer do que um cigarro apos o cafe e depois do jantar, e do almoco e quando conduzo... bem vistas as coisas ate que gosto de um cigarro sempre que me apetece!
Fica bem...
De antiego a 21 de Dezembro de 2007 às 12:10
Parabéns, como te invejo. Se eu fosse capaz de fumar só 5 cigarros por dia, encantado da via. É tão bom. O problema é que a coisa descamba e é cigarro todo o dia.

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds