"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Aprender para Esquecer

            E graças ao post (Des)Conhecimentos, já tenho uma ideia para partilhar. Mais uma vez oiço alguém a atacar o ensino dizendo que aprendemos montes de merdas inúteis. Este ataque vem até das pessoas mais notáveis, como grandes bandas e interpretes de musica. “Learn to Forget” do the Doors, “Aprendeste coisas inúteis de sobra, as coisas para se esquecer, as coisas para se esquecer” do Pedro Barroso.

            Quem escolhe as matérias a lecionar concerteza não escolhe as cenas de animo leve e para o lado que acordou virado. A principal função do ensino é desenvolver o raciocinio, nas escolas, mais que tudo, aprendemos a aprender. Mais, tarde, por nossa conta, podemos escolher aquilo que mais nos convier. O principio básico da educação é a de que o conhecimento, em geral, é uma coisa extremamente útil. Acho que é sensato percorrerem as varias areas do conhecimento, dando-nos conceitos básicos em cada uma delas. Fomentar o gosto pelo conhecimento é tentar-nos munir de uma das armas mais poderosas para a nossa sobrevivência.

            Que fazer? Ensinar os filhos a ler e escrever e depois ensina-los um modo de vida. Dois anos para ler e escrever, mais dois anos para aprenderem a serem trolhas, jornalistas ou engenheiros de polimeros. Isto é que era uma estratégia de grande utilidade nacional.

            Alguém questiona a utilidade da matemática? Ou só basta ensinar os filhos a somar para não serem enganados nas contas? E Geografia, será que não nos vai servir para o futuro? Quimica, Fisica, Meio-ambiente, ciência, História, etc. Tudo o que não tem utilidade directa, não serve. Se virem vem, todas estas matérias acabam por ser úteis.

            E a Filosofia e a Arte? Para que servem?

            Mesmo as pessoas menos formadas que se podem rir dos intelectuais, têm momentos de reflexão e gostam de comunicar os seus grandes e doutos pensamentos, ou seja, mostrar que são sábios. Todas as pessoas, independentemente da sua formação ou classe social, têm veleidades filosóficas e porventura, artisticas.

           

            Há algo no homem que o chama para a filosofia e para a Arte. Deve ser o sonho de ser uma estrêla de Rock’n’roll.

 

 

 

publicado por antiego às 17:23
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds