"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Namorar um Casado

            Uma vez fui ver com um amigo um filme intitulado “Infedilidade”. Como bem a minha companhia reparou, à excepção de nós, a sala de cinema estava cheia de casais. Parece evidente que o tema infedilidade dá uma grande tusa ao pessoal. Já vi olhos a brilharem, de casados, ao discutir o tema.

 

            Hoje vou falar de um preconceito meu. Deve ser por eu ser do norte, não sei. Para mim, uma mulher manter um relacionamento com um homem casado é algo a roçar muito o nojento. E podem-me perguntar vocês: e então, que pensas de um homem manter um relacionamento com uma mulher casada? Ao que eu respondo.

- Não sou gay, não estou para aí virado. De qualquer modo, de longe, o mais comum é ouvir uma mulher a andar a ser comida por um homem casado.

 

            Dar uma queca com um homem casado, ainda vá que não vá. Agora, namorar com ele, foda-se! Isso é coisa de grande vaca louca. OK, não sou mulher, se calhar não compreendo que um homem casado possa ser mais apetecivel, pela transgressão, pela emoção, pela competição velada entre as mulheres, porque estatisticamente um homem casado é um homem mais experiente, mais charmoso (é bom, é natural que já esteja tomado), é mais valioso (tem o sêlo de qualidade de ser casado), e outras coisas que não consigo imaginar mas que peço que me expliquem.

            Também me podem dizer que as paixões não se escolhem. Gosta-se de este homem, o azar é que é casado. Tretas! Todos nós já eliminamos montes de pessoas porque não cumpriam os nossos parametros em relação ao seu estatuto. Uma pessoa que não tem o escrupulo de se relacionar ou não com uma pessoa casada, não é flor que se cheire.

 

            Afinal que quer uma mulher que mantem uma relação de namoro com um homem casado? Será que está iludida com as patéticas promessas dele, será que se masturba com a suposta desgraça do seu casamento? Será que se sente mais mulher por ter um relacionamento fogoso com um homem que tem um casamento desastroso ou um casamento que o faz procurar outra mulher, logo ela? Será que sente esta grande bajulação?

            Será que pouco lhe importa se o homem é casado, trai ou não trai? Será que é irrelevante se alguém comete um adultério consigo? E como haveremos de julgar o romantismo desta mulher? Eu aprecio mulheres romãnticas. Para mim, é uma qualidade intrinseca à mulher. Pateta iludida ou mulher excitada em encornar outra?

 

            Não acredito em mulheres que não queiram casar e ser felizes para sempre.

            Ou deverei dizer: há as mulheres que querem casar e há as putas.

 

publicado por antiego às 16:40
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
58 comentários:
De Isa_ a 15 de Janeiro de 2009 às 18:09
para além dessas tb há as putas casadas!
pq n escreves um texto sobre elas?
De antiego a 15 de Janeiro de 2009 às 18:29
Não as conheço tão bem. Talvez tu possas contribuir com a tua opinião.
De Isa_ a 15 de Janeiro de 2009 às 21:41
n sou casada.. :) ainda bem!!
De Pleno e íntimo a 15 de Janeiro de 2009 às 19:41
Fidelidade sim...:)

http://plenoeintimo.blogspot.com/
De Nuite a 15 de Janeiro de 2009 às 22:27
tu deves ter sofrido mt na tua vida ... (muito mesmo)
porque nao tentas uma terapia ?!?!?! daquelas bem de choque fortes.

sim, eu vou dizer uma coisa que tambem nao deves saber ...

existem os homem para casar e depois existem os filhas das putas que traem as mulheres ... que sao casados e dizem que vao deixar as mulheres ... e bla bla bla bla

ahhhh mas isto nao era para se dizer !! Ok Ok
mil e uma desculpas ...

sabes que mais ...
nao gosto de ti !!!
De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 01:24
Estou a ver. Por haverem homens casados que traiem as mulheres, a vingança é haverem mulheres que namoram homens casados? (para trairem essas mulheres) deixa-me rir.
De Nuite a 16 de Janeiro de 2009 às 19:13
Ok !!!! é guerra ...

aqui vai.
(já fui buscar as armas ...)

meu caro ( sim ainda nao gosto de ti)
a verdade é que existem sempre boas e más pessoas ... e como eu digo aos meus meninos, tds nós somos um pouco bons e um pouco maus.

isto é, existem filhos da mãe e existem filhos da puta ...

existem cabra e eexiatem bovinas ...

existem mil e uma variades de animais e distinções para apadrinhar aqueles que nos fazem sofrer. contudo, nós tambem por vezes somos filhos da puta e grandes cabra !!!

ou vais-me dizer que es santo ?
lembra-te sempre que a luz da psicologia amor e odeio são 2 faces da mesma moeda!!!

pronto, re-lembro que deves tentar uma terapia.

ate a proxima
De antiego a 17 de Janeiro de 2009 às 12:42
Dói não gostares de mim. Mas a esperança é uma coisa bela.
Quando uma pateta do instituto de psicanálise me diz que há pessoas que andam numa terapia há 3 anos, eu penso:
- também gosto de jogar futebol.
- O tempo tudo ameniza.
De Nuite a 17 de Janeiro de 2009 às 17:01
Ola Boa Tarde !!!

(já guardei as armas)

A minha prof. de psicologia, muito sabia por sinal, dizia que é saudavel ter uma neurose !!! e que tds nos deveriamos ter terapia ... a diferente existe, é que uns jogam futebol, outros passam as manha de fim de semana em frente mar, outros estudam, outros batem com a cabeça na parede, ou entao criam um blog (onde colocam td a sua frustração) ...

depois, existem aquelas pessoas que nao encontram forma de lidar com a neurose cronica ... e ai tentam a terapia convencional!! contudo, só se cura quem esta pre-disposto a ser curado!!!

concordo: o tempo tudo ameniza!!!

bom sabado
De TNT a 16 de Janeiro de 2009 às 00:53
Uma vez que nunca me casei nem me quero casar... só me resta o outro caminho. Ok!
De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 01:25
Não leves isto tão pessoalmente.
De TNT a 16 de Janeiro de 2009 às 12:19
Não estou a levar pessoalmente.
Apenas me estou a restringir ao teu ponto de vista, já de si restrito. Ou se quer casar ou se é puta! Eu nunca me casei, nem pretendo, logo...
Mas não fico nada ofendida! Apenas triste...
De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 12:34
Bidu bidu. Primeiro, entre o que uma pessoa diz quere e o que realmente quer pode ir uma distãncia infinita.

Agora uso o teu argumento: não vejas as coisas a preto e branco. A minha frase binária deve ser entendida no seu contexto. Não é: ò, não quero casar logo sou puta. Não.

A frase serve só para atacar as mulheres que parecem desprovidas de um sonho romãntico, que se estão completamente a marimbar para o que significa o casamento, não têm valores e só querem curtir a vida.

De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 01:30
Balanço deste Post:

Sem ser um post sobre sexo, em si, este post teve um condão de, provvelmente, ter sido o post deste blog mais visitado. Cerca de 400 visitas numas 5 horas.

Como referi, o tema infedilidade deixa o pessoal maluco.
Estava à espera que as mulheres se enfurecessem com ele. Foi na mouche.
De gomesh a 16 de Janeiro de 2009 às 07:30
Tem o direito à sua opinão como qualquer outro... mas um post sobre os homens casados que traem... ou homens que namoram mulheres casadas seria interessante... só para evitar discriminação....
De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 11:24
Como disse, falo dos casos que eu ouvi. A lingua portuguesa tem esta coisa de ser muito sexuada. Pego no exemplo mulher a namorar com homem casado, que extrapolem para homem a namorar com mulher casada.
De TNT a 16 de Janeiro de 2009 às 12:16
Essas visitas são naturais... não te esqueças que o anunciaste no IF!
Deixa-me cá puxar a brasa à minha sardinha e sacar dos galões!
De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 12:30
O que é o IF?

Não é natural este blog receber 400 visitas em 5 horas. À conta disto já editei outro post sobre este fenónemo.
De TNT a 16 de Janeiro de 2009 às 12:36
IF=Interno Feminino. Onde anunciaste. Onde temos muitos visitantes. Muitos e bons!
E se anuncias no IF que vais escrever algo sobre (...) é natural que tenhas muitas visitas. Simples, não?
De antiego a 16 de Janeiro de 2009 às 14:52
Ok, já percebi agora que disseste o que é o IF. Realmente, alta táctica :-)
De TNT a 16 de Janeiro de 2009 às 12:38
E aqui está o teu comentário que não me deixa mentir:

De antiego a 15 de Janeiro de 2009 às 17:43
Obrigado. Entretanto, foste o rastilho para um post que já andava para escrever há muito. Já editei. Acho que não vão ficar muita agradadas comigo.
De Anónimo a 21 de Janeiro de 2009 às 18:44
Eu gosto de ti.
De antiego a 21 de Janeiro de 2009 às 19:00
Obrigado, fico muito lisonjeado. É pena que não possa retribuir.
De a outra a 16 de Fevereiro de 2009 às 22:25
como se deve imaginar eu namoro um homen casado, e naun consigo deixar de gostar ou mesmo de abandona-lo. estou perdidamente apaixonada.ele naun me fez promessas e naun peço isso a ele,mais minina quem manda no coraçao eu tenho a cpacidade de amar e sou feliz....ele vai me deixar logo naun sei, ele vai fikar comigo naun sei....mais naun me importa se chorei ou se sofri oque importa é que emoçoes eu vivi.
De antiego a 17 de Fevereiro de 2009 às 11:21
...Como diria o Roberto Carlos.
Cada qual sabe de si.
De dUH a 3 de Junho de 2009 às 15:56
oLHA AQUI TU ÉS UM FDP, VC NÃO SABE O Q É SENTIMENTO O FATO D UMA MULHER SE ENVOLVER COM UM CARA CASADO NAO TIRA O CARATER DELA SEU IDIOTA, VAI VER TUA MULHER TE DEIXOU PELO AMANTE...CORNO MANSO!
De antiego a 3 de Junho de 2009 às 18:03
LOL. Anda muita gente a enfiar a carapuça.
De Helena a 27 de Setembro de 2009 às 12:42
"há as mulheres que querem casar e há as putas"
Esta afirmação é um bocadinho preto e branco, faltam-lhe as outras cores e há sempre mais cores. É o que eu costumo chamar de visão zebra.

Mas, não sendo tão pragmática, e tirando de parte as conclusões, concordo com o conteudo.

Não quero casar, mas também não sou puta. Mas um homem casado está fora dos meus interesses. Acima de tudo porque não quero para mim um homem sem caracter. E sim, é falta de caracter assumir-se um compromisso e não se cumprir. Não me venham com as tangas de que o casamento/"juntamento" já não é nada mas há os filhos e tal...quem não está bem salta fora! Mas.....
De antiego a 27 de Setembro de 2009 às 22:19
Sim senhora, és uma mulher decente. Será que és uma mulher do norte? LOL

Fora de brincadeiras, congratulo-me em verificar que há mulheres que consideram que há qualquer coisa de muito esquisito em namorar um homem casado.
De Anónimo a 27 de Setembro de 2009 às 12:53
Mas...." Será que pouco lhe importa se o homem é casado, trai ou não trai? Será que é irrelevante se alguém comete um adultério consigo? E como haveremos de julgar o romantismo desta mulher? Eu aprecio mulheres romãnticas. Para mim, é uma qualidade intrinseca à mulher.Pateta iludida ou mulher excitada em encornar outra?"

E se a mulher se envolveu precisamente por ser romantica? Ai será a pateta romantica e não a excitada em encornar outra, não é? A tal romantica.

E aqui teremos de ter em conta o facto de que regra geral (sei que há muitas excepções) o homem não facultar a tal informação de que é casado!

Posso expor o meu caso. Tenho os meus valores e convicções bem defenidos. Não estou a pensar em casamento, acontecerá se algo evoluir nesse sentido, não procuro "quecas", e de homens casados quero distância. Além dos motivos que mencionas, acrescento os de o meu ego exigir exclusividade, o de a pessoa com quem estou ter disponibilidade, o admirar caracter recto, e o de saber que quem o faz a outra o fará a mim também. E viver descansada que nao me vao tocar à porta a reclamar o que "é seu".
De antiego a 27 de Setembro de 2009 às 22:23
Tal como a senhora do anterior comentário, mais me congratulo em verificar que parece haver muitas mulheres que acham muito anormal envolverem-se com um homem casado.

Gostava de compreender a psique de quem se envolve. Será que ée do fruto proíbido? Será que dá um gosto especial "roubar" o homem de outra? Será que é o tal sêlo de garatntia que tem o homem casado?
De Anónimo a 12 de Outubro de 2009 às 09:17
Já que foi neste post que contei a minha historia sobre um relacionamento com um homem casado venho postar a conclusão e redimir-me de um possivel rotulo de puta:)
Dei o beneficio da duvida, que o meu caracter exige, mas encontrei as provas.
Usei-as e terminei.
Deixei de ser puta....mas provavelmente passei a ser destruidora de lares a partir do momento em que decidi telefonar à esposa e contar tudo. Uma Senhora do norte que me surpreendeu com a forma correcta como falou comigo.
Se foi despeito ou vingança? Não. é mulher como eu. Tem o mesmo direito que eu tenho de estar na posse dos factos para poder escolher se quer ou não continuar a ser enganada.
De antiego a 12 de Outubro de 2009 às 11:32
Muito bem, Atitude é preciso. Mas há falta de homens solteiros bons?
De Anónimo a 12 de Outubro de 2009 às 13:19
Sinceramente? Há, há uma falta imensa de homens solteiros/disponiveis bons dentro de uma determinada faixa etária. É a conclusão a que chego. Quando digo bons é com caracter, bem resolvidos e a saberem o que querem.

Há muitos homens com essas caracteristicas. Uns ainda muito novos, os restantes seguiram o percurso normal de qualquer endividuo: fizeram asneiras, exprimentaram e afirmaram-se durante a adolescência, quando isso é normal, quando faz parte esse tipo de postura. Depois passaram ao estágio seguinte, e esse tipo de homem, nesta fase dos 40, estará casado, com uma pessoa a quem admira e respeita, responsabiliza-se pela familia e já não sente necessidade de procurar situações externas para alimentar o ego. está seguro de si, não precisa.

Os livres, nestas idades são na sua grande parte divorciados que se casaram cedo de mais e que agora agem como perfeitos adolescentes, à procura de afirmação fora de época, outros com bloqueios ou traumas hipermirambolantes como herança de relações fracassadas.

Haverá as excepções....sinceramente não as tenho encontrado, mas não ponho em causa que possam existir.

Continuo a achar que os casados não são opção, mesmo porque os que estando nessa situação se mostram disponiveis são piores que qualquer um dos solteiros que mencionei atrás. Os bons casados nem se mostram disponiveis tão pouco.

respondi? :)
De antiego a 12 de Outubro de 2009 às 13:36
Sim, essa a ideia que oiço de toda a gente. A mesma história:
"Os homens são todos iguais"
"Os homens são como as casas de banho, as melhores já estão ocupadas".

Toda a gente, homens e mulheres, têm uma pancada, ou como dizem os americanos, são "fucked up". As pessoas tornam-se mais amargas, muito mais revoltadas com a vida, revoltadas com a vida e sobretudo revoltadas com o "sexo oposto".
Ainda por cima tornamo-nos mais exifentes e selectivos.
Depois temos a nossa fasquia de beleza. Muita gente é eleminada logo pelo seu aspecto. É o que dizem também "não escolhemos as nossas paixões". Se calhar não escolhemos também as nossas atrações e por quem nos sentimosexcitados.

Eu acredito que há muita gente válida por aí. Mas não é descoberta porque não é atraente (não é princepe) e porque não estamos disponiveis a investir o nosso tempo e a sermos mais um pouco tolerantes.

Digam o que disserem, "a beleza é fundamental". E se os homens casados têm mais saída que os solteiros é porque provavelmente são mais atraentes.
De Anónimo a 12 de Outubro de 2009 às 16:30
Concordo com tudo o que escreves. É realmente a postura e a ideia geral. Mas não é a minha.

Se calhar não me expliquei devidamente.
- Definitivamente os homens não são todos iguais/ As mulheres não são todas iguais= As pessoas são todas diferentes.

- Não sou revoltada com o sexo oposto. Desilusões não me tornam amarga, principalmente porque tento não perder a consciência da minha responsabilidade nelas, directa ou indirecta. Mesmo que apanhe um mau caracter, a má análise foi minha. Outro motivo é porque não generalizo. E finalmente na próxima situação não vou estar com defesas abertas por causa da anterior. No máximo vou perceber melhor o que quero ou não quero e realmente tornar-me mais selectiva e exigente.

- As caracteristicas de atracção podem não passar pelo padrão beleza. Há en factores. O cheiro, a voz, certas caracteristicas fisicas que não fazem de alguém bonito ou feio mas o tornam para determinada pessoa atractivo. Aquela coisa da quimica, e que é necessária. Eu pessoalmente não tenho padrões de beleza que sejam factor eliminatório. Desde que não sinta repulsa estou muito mais focada na inteligencia, caracter ou postura. A questão é que tirando aquelas pessoas demasiado óbvias há sempre um percurso até se poder conhecer alguém a esse nivel. para algumas pessoas é mais fácil e cómodo fazer a triagemn pelo aspecto fisico.

- Dito dessa forma parece que os homens bonitos casam e os feios estão solteiros. Isso não é verdade de todo.

- O principe não tem de ter olhos verdes, 1,85m e vem montado num cavalo branco. Pode ter olhos cor de burro quando foge, fazer-me sentir mal de saltos altos e vir de bicicleta. Aliás, nem tem de ser principe...... só tem de me fazer sentir princesa!!!(bonito, não foi? Mas é verdade para a maior parte das mulheres)
Um homem com menos atributos fisicos aparentes, mas que ostente uma postura segura de irá transmitir essa ideia aos outros e torna-se cativante ou charmoso. Para mim, por exemplo, não há nada mais sexy que um homem bem resolvido e seguro, mesmo que não tenha atributos fisicos notaveis. Infelizmente nesta sociedade que dá tanto valor à beleza há a tendencia para quem não a tenha tenda mais para a insegurança e necessidade de afirmação (não há regra sem excepção mas é o mais comum).

Também acredito que há um universo de gente válida solteira e disponivel e sem a tal amargura.

A unica coisa que tentei transmitir, foi que a maior parte dessas pessoas validas (homens ou mulheres) a partir de certa idade constituem familia. É um processo natural.
Que haverá muitos livres até aos 25, menos ao 30 ou 35 e menos ainda aos 40. E os livres, quanto mais velhos forem mais marcas têm dessa tal amargura que vão deixando as situações que correram mal.

Mas existem. Tem de haver a calma, paciência e vontade de acreditar nisso até reconhecermos um como tal.
De antiego a 12 de Outubro de 2009 às 17:57
As estatisticas não mentem: há 50% de divorcios. Portanto, cerca de metade dos homens com 40 anos estarão divorciados ou solteiros.
De facto, conheço homens entre os 30 e 50 que nem diorciados são, sou solteiros mesmo, e que se eu fosse mulher, iria-me interessar por eles. Têm muito bom carácter e são interessantes.
O problema é que não os vejo à procura. São pessoas extremamente atarefadas, com o seu tempo preenchido (mais profissionalmente). Não acreditam muito que haja mulheres válidas, não estão virados para o namoro. Mas, tal como as mulheres que se defnendem dizendo que não querem casar e vão ficar para tias, é claro que se aparecesse uma mulher interessante, eles dariam graças a deus.
De Anónimo a 12 de Outubro de 2009 às 22:14
Faz sentido.

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds