"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Terça-feira, 24 de Abril de 2007

O melhor Português

Afonso Henriques era o favorito a melhor português. O grande azar é que o programa em sua defesa foi, provavelmente, apresentado pela pior apresentadora portuguesa.

 

Voz monocórdica, sem sangue, sem paixão, sem voz. A figura não ajuda, mais parece um travesti.

 

Para a história, Portugal nasceu em 1143. Mas o pápa só reconheceu Portugal muitos anos depois. A apresentadora explicava a multiplicadade destas datas tendo como cenário de fundo Lisboa. Acabou por concluir e determinar, que Portugal, na realidade, nasceu quando o nosso rei conquistou Lisboa (1147)… original este conceito.

 

Já com a praça Martim Moniz de fundo, falando sobre a conquista de Lisboa, de repente entra-se no metro de Martim Moniz. A ideia foi dita e bem passada: Martim Moniz até estação de metro é hoje. E de repente, passa 5 minutos a falar da história de Martim Moniz.

 

A partir daí a frase mais repetida (inúmeros vezes) foi: “Os improváveis portugueses”. O improvável Portugal.

 

Ora foda-se, se há país provável, esse país foi Portugal. E porquê? Precisamente por causa do rei de que esta coitada falava. O apaixonante na biografia de Afonso Henriques é que ele viveu toda a sua vida com uma mortal obstinação: criar um país independente. O jovem foi criado, educado, com a ideia de fazer o condado Portucalense independente. E deu a sua vida por isso, só terminou a carreira quando se lesionou irremediávelmente. O maior periodo de paz do seu reino, foram três anos. Não só conquistou a independência como vivia obcecado em alargar o território.

 

A história não é feita de acasos, e de guerras que definem fronteiras e culturas. A história é feita por homens apaixonados até à loucura.

 

Tomara Bascos, Galegos e Catalães terem tido um Afonsinho.

 

--  x --

 

Pese embora a minha grande admiração por este rei apaixonado, eu elegeria Arestides de Sousa Mendes. Um homem que salva a vida a milhares de pessoas, só é ultrapassável por quem salva mais vidas.

 

Qual foi o espanto de Salazar ter sido o mais votado quando a votação foi feita por SMS com custo de valor acrescentado? De que estavam à espera? E quem haveria de ficar em segundo lugar? Um comunista. Nada mais provável. Os de extrema direita parecem ter mais dinheiro que os de extrema esquerda.

 

Os melhores portugueses são os que não dizem mal dos portugueses e de Portugal.

publicado por antiego às 18:39
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
4 comentários:
De Luis Dias a 26 de Abril de 2007 às 01:45
A frase:
"A história não é feita de acasos, e de guerras que definem fronteiras e culturas. A história é feita por homens apaixonados até à loucura."
É absolutamente notável !
De Luis Dias a 26 de Abril de 2007 às 02:15
Acho q o maio portugues foi o Infante.
Na perspectiva que não há acasos, gostava que fosse refeita a interpretação do passado "glorioso" das nossas descobertas.
Os Portugueses não foram nem Corajosos, nem Bravos, nem Aventureiros, nem Valentes, Etc.
Foram Trabalhadores, Estudiosos, Metódicos, Criativos, Vanguardistas, Etc.
Tinhamos uma das mais importantes universidades do mundo. Desenvolvemos a Aeronautica, A construcao de naves, de velas, de cordas; A orientação geográfica, a cartografia, a matemática, a logística.
Se vendermos aos nossos filhos as caracteristicas que tradicionalmente são tidas como as importantes q que refiro no inicio, eles não podem aproveitar nada, estamos a deturpar a história e a desperdiçar a oportunidade de aprender com esse passado.
Os nossos descobridores não foram um bando de gajos de barba rija que estavam fartos de jogar à malha e pegar toiros e se lembraram de ir matar o adamator. Eles eram sim, os arquitectos, engenheiros, políticos, astrónomos, matemáticos, militares, etc. da época que "apaixonados até à loucura" pelo saber e pelo sonho, fizeram história.
De Atchim a 7 de Novembro de 2009 às 23:16
Já lá vão mais de dois anos e ainda me custa a acreditar.
O Salazar? Salazar! O melhor português de sempre?
F...-se.
Nem preciso de me lembrar de como se vivia antes do 25 para detestar o homem e o seu regime fascista.

A sua única virtude foi não roubar dinheiro ao estado e não viver à custa do orçamento, como muitos hoje em dia.
Mas se não roubou dinheiro, roubou vidas.

Andou a brincar ao não me apanhas na segunda guerra mundial, para guardar todos os que podia para as antigas colónias, onde morreram que nem tordos, deixando as famílias, já pobres, mais pobres ainda.

Enriqueceu os cofres do estado à custa da fome que infligiu aos portugueses (durante décadas), com ouro de quem morreu em câmaras de gás.

Se isto é amor à pátria, eu quero alguém que odeie o país.
Há quem diga que já existe e é primeiro ministro.

Agora vou tomar o anti-histamínico que essa aberração faz-me alergia.

atchim
De antiego a 8 de Novembro de 2009 às 01:04
Como diz a minha irmã: não basta gostar.

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds