"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

. Crise e Poupança

.arquivos

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

Cursos de Desenvolvimento Pessoal

            Quem mais faz pela imagem da psicologia clinica e pelos psicologos é a indústria cinematografica. Quem vê os filmes e séries americanas fica mesmo a acreditar que os psicólogos são gajos inteligentes, que dão uma para caixa e ajudam mesmo a pessoa a iluminar-se. Pobres ingénuos, nós os telespectadores. Claro que aquilo é ficção, não se passa nada disso. O psicologo não passa de um idiota que acredita ser um shrink de uma produção americana.

            O Psicologo em Portugal, é um calhau, um aluno sentado no canto da sala,  voltado para a turma, com orelhas de burro. Pouco diz, e o que diz é idiota, clichés simplistas, coisas vagas e que soam bem, para manter aquela imagem que o pessoal tem deles. Parecem uma daquelas séries fantásticas como o X-Files, que mantêm muito mistério e quanto mais misterioso e indecifrável, melhor.. E claro, neste tipo de ficção, nunca se chega a lado nenhum, nunca se percebe nada, mas... FÒNIX, é demais! É um moca intelectual, meus.

            Um conhecido meu esteve em Inglaterra e foi consultado por um psicologo Inglês. Disse que ele era mais interventivo do que aqueles que tinha apanhado nesta terra. Penso que há imensa gente que adora falar e pouco lhes interessa se estão a falar com o Dalai Lama ou com uma parede. Deve haver gente que adora tanto falar, que poderia falar durante 2 horas seguidas, detestando ser interrompido com uma palavra que fosse. Para estes, os psicologos zombies talves sejam os ideais. Na minha ideia de diálogo, os dois têm que falar, E se um não fala, o outro deve puxar por ele. Estar a falar para uma pessoa que nada diz, nada comenta, e diz trivialidades, dá-me vontade de falar para uma parede. Mas, pelos vistos, como disse, há montes de gente que adora falar para o boneco.

            Por outro lado, ouvi o relato de uma senhora que viveu na África do Sul, no qual a sua psicológa apenas proferia a seguinte frase a tudo o que ouvia da paciente:

- What do you think about it?

            O que me leva a crêr que os psicologos são os mentecaptos não só em Portugal, mas em todo o mundo, com umas esperançosas excepções.

 

            Àcerca das ilusões criadas pelos americanos, também já ouvi a história de tipos que resolveram estudar direito para depois ficarem extremamente desapontados por constatarem que nada daquilo que se passa nos filmes, acontecer na realidade.

 

            Segundo o que vejo nas produções filmicas dos EUA, um shrink é, em termos portugueses, um psiquiatra mais um psicologo num só. O Conceito está muito bom, poupa-se até dinheiro. O Shrink é o psicologo que ouve os problemas do seu cliente e lhe receita os medicamentos. Em Portugal, o Psiquiatra praticamente só receita medicamentos (é mais uma linha de montagem em série). O Psiquiatra lá atura um bocado o paciente, funcionando como uma espécie de médico de clinica geral da Psique. Depois, além dos medicamentos, pode aconselhar esta ou aquela terapia.

 

            A shrink mais famoso dos ultimos anos é a shrink do Tony Soprano. No final da série a Dr. Jennifer Melfi tem uma decepção brutal ao ler um estudo que defende que a psicoterapia não funciona com os Sociopatas. Segundo o estudo a terapia só legitima e valida as acções dos Sociopatas, perante os seu próprios olhos. Os Sociopatas aprendem, com a psicologia, a justificar os seus crimes (desculpabilização, quiça até vitimização). Imagino eu, cenas do género:

- Ai, o meu pai já era um sociopata, a minha mãe era um víbora, não cresci num bom ambiente, de certa maneira fui abusado, e agora dei nesta merda. Fuck de World!

 

            A nossa psiquiatra dos Sopranos deve-se ter achado demasiado ingénua, ao pensar que poderia melhorar o mundo tratando de um criminoso hediondo.

            Mas que raio! O Tony, como qualquer sociopata, não procurou uma terapeuta para se tornar bonzinho. O Tony não quiz ser tratado da sua mente sociopata. Ele não estava a ser tratado para curar a sua sociopatia, ele estava a ser tratado contra ansiedade e os seus ataques de pãnico.

            Quando uma pessoa inicia um tratamento, o objectivo é banir a dor, sentir-se melhor no fim. O Tony não queria ser boniznho e deixar de ser mafioso, pelo contrário, isso é o excitamento da sua vida. Ele queria era deixar de ter aqueles horrorosos ataques de pãnico.

            Será que a Dr.Jennifer foi ingénua ao ponto de acreditar que iria tirar o Tony da Máfia ou fazer com que ele fizesse cobrança de dividas mais suaves?

            E afinal o que é mesmo um sociopata? Será que os sociopatas se querem curar? Será que querem deixar de fazer mal aos outros? Será mesmo o Tony Soprano um Sociopata?

            E se a psicologia tem a veleidade de quere curar os Sociopatas quando eles não se querem curar e curtem n serem mauzinhos? Será que a psicologia quer curar também os pedófilos como já quiseram curar o homossexualismo?

            Pode-se curar uma coisa na psique da qual o portador não quer ser curado? Quando custa curar algo contra a vontade do pretenso sofredor?

 

Nunca fiz um curso de Desenvolvimento Pessoal. Acredito que tanham o seu valor. Deve ser uma oportunidade para conseguirmos um maior auto-conhecimento, sobretudo. Ganhar auto-conhecimento já é um grande desenvolvimento, é a base para melhorarmos a nossa maneira de ser.

 

Tal como no estudo referido sobre os Sociopatas, um Curso de Desenvolvimento Pessoal numa pessoa orgulhosa e egocêntrica, terá um efeito contrário ao desejado. A pessoa egocêntrica apenas vai aprender a reafirmar-se melhor, a ser uma besta mais poderosa.

A pessoa orgulhosa e egocêntrica, não se quer conhecer melhor, quer-se amar melhor. E mune-se das armas que forem precisas para defender o seu ego, primeiro de tudo, perante si própria.

 

publicado por antiego às 13:06
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds