"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

. Crise e Poupança

.arquivos

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Força EMEL

            Ser multado por mau estacionamento, a 20 metros da porta de casa, é o fim da picada. Ainda para mais quando podia ter estacionado bem a cerca de 50 metros. Que grande lição me deu a EMEL. Era um estacionamento temporário para a hora do almoço. Estacionamos perpendicularmente ao passeio. Ficou a pisar o passeio, do lado de dentro, pela metade. Numa zona de pouco movimento pedestre. Ainda assim, está male. Uma multa de 10 euros. Estas multas deviam ser proporcionais à gravidade. Como eu acho que a gravidade era pouca, acho justa a multa.

            Já fomos mais 2 vezes multados, junto à maternidade. Já nos safamos de outras. Às veses é puro esquecimento, às vezes é mal calculado o tempo de estacionamento.

            No outro dia escapou-me por completo. Estava numa esplanda quando o xunga da zona chamou-me logo à atenção. Vinham aí os implacáveis funcionários da EMEL. Levantei-me e prestei-me logo a falar com as duas fiscais. Podia ter usado a desculpa de ter acabado de estacionar e estar a tomar conta dos meus filhos, na esplanda – o que de facto acontecia. Como sou um verdadeiro compulsivo, confessei que nem me tinha passado pela cabeça que era preciso pagar o estacionamento, ali naquele local do centro de Lisboa. Perguntei por uma máquina e indicaram-me uma, simpaticamente.

            O Xunga amigo, prontificou-se logo a abrir-me os olhos:

- Não ponha agora, elas não vão voltar. È hora do almoço, vão é almoçar.

 

            Esta cena do chico-espertismo dá-me mesmo a volta ao estômago. As raparigas já me tinham perdoado a multa e ainda ía eu abusar da boa vontade delas? Claro que fui tirar o papel do estacionamento. O mais engraçado é que, de facto, passado meia-hora elas voltaram lá.

 

            Há muita gente que abomina o pessoal da EMEL. Os mais conhecidos são os Gato Fedorento que estão sempre a cascar neles. Mormente naquele Sketch em que um empregado da EMEL ganha, de longe, a Adolf Hitler como personagem mais odioso da história da humanidade. Nunca percebi esse ódio à EMEL. Bem, já nos aconteceu rebocarem um carro por excesso de rigo (pisava uns centrimetros da linha amarela). O mais incompreensivel foi terem rebocado o carro levianamente (rebocarem porque o reboque ía a passar por ali). Não sei quantas vezes este excesso de rigor acontece. Não quero acreditar que aconteça muitas vezes. É como tudo: maus profissionais há em todo o lado.

 

            Durante anos e anos, cumpri integralmente com as regras de trãnsito e conheci gajos que prevaricavam à força toda. Até gozavam quando surgia uma amnistia que os perdoava das dezenas de multas. Não é justo o justo ter o esforço de seguir as regras e ver o infrigidor escapar. Aliás, esta cena só causa revolta e incita o cumpridor a começar a ajabardar.

 

            Devem estar a brincar comigo quando pintam a EMEL como os maus da fita. Maus da fita são aqueles que não respeitam os outros e fazem o que lhe apetece.

            Tomara eu que toda a fiscalização em Portugal fosse tão eficiente como a EMEL.

 

            Nunca será demais afirmar: O cime em Portugal compensa. Portugal é o país da Impunidade.

 

publicado por antiego às 18:40
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
10 comentários:
De Anónimo a 14 de Outubro de 2009 às 21:26
As pessoas não abominam o pessoal da EMEL. Abominam qualquer pessoa ou entidade que tenha poder para os punir por não cumprirem regras. A EMEL, a GNR, a PSP, o fisco ou até o chefe ou patrão.

Se o civismo fosse corrente eu também abominaria a EMEL.
Não deveria ser necessário ou dar-se a possibilidade a que uma empresa ganhasse rios de dinheiro com estacionamentos se todos usassemos o carro dentro da cidade só quando é necessário e cumprissemos as regras basicas de estacionamento.

Mas o civismo não é corrente. A fiscalização é necessária. E a EMEL até a faz bem.


De Anónimo a 15 de Outubro de 2009 às 22:25
Ohpá, onde anda toda a gente?

Sei que não tens fotos de gajas nuas nem imagens bonitas ou melosas nem nada de muito Zen ou esóterico nesta altura em que é moda iluminar o espirito, e ainda por cima não falas só de sexo.
Também sei que a maior parte das pessoas se recusa a ler posts com mais de duas linhas, pelo menos sem ser na diagonal, e a maior parte dos teus têm mais de 3, é um excesso!

Mas até escreves umas coisas giras

Não há mais masoquistas que prefiram o opsto do que mencionei acima? Onde andam eles?

E não terá a ver com a falta de tempo, acho eu.
Eu pelo menos tenho muito pouco....
De antiego a 16 de Outubro de 2009 às 11:00
Bem, com tantos mimos ainda me transformas de antiego a super-pró-ego.

Já falei aqui da jafudrice oca que é a blogosfera. Mais de 90% é só lixo.
Ainda assim, sinto inveja daqueles blogs patetas, escritos por gajas, que falam de sexo e têm uma legião de fans que rendem uns 30 comentários por post.

Cada vez tenho menos leitores. E pensava: bolas, devo estar cada vez mais desinteressante. Até que, de vez em quando, surge um(a) super-fan que vale por todos aqueles comenários de gajos e gajas ciosas.
De Anónimo a 16 de Outubro de 2009 às 20:35
Ena! Agora o meu ego dançou a conga também!

Acho que continua a haver quem leia, esses tais 10%. Eles andem ai.
Há aqueles que gostam de ler mas não escrevem. esses irritam-me um bocado. É um bocado voyerismo. Gostam do que lêm mas não têm opinião para dar. Se calhar compram a tua e vão usa-la em argumentções com colegas e amigos.

Sabes, as pessoas com ideias próprias e principalmente que choquem com as dos outros são um bocado intimidantes para a maioria.

O Blog da gaja pateta a falar de sexo podes criar um! Dá pouco trabalho na manutenção e o contador de visitas dispara. Não te estou é a ver a não acabares por dar uma resposta qualquer as idiotices que escrevem. Vais armar guerra campal. Deixa-te estar quietinho por aqui, estás bem! Estás muito bem.
De antiego a 16 de Outubro de 2009 às 20:55
È óptimo ter visitas e receber comentários, mas não vou andar a dar o cú por isso :-)

Já muito antes de haver blogs, eu escrevia umas crónicas e enviava aos meus amigos ou às mailing lists de que fazia parte. Isto eu já escrevi neste blog. Criar um blog evitou que eu criasse mais spam mails. Não invado o mail do pessoal com as minhas idiotices.

O blog parte de 2 pontos fundamentais.
1 - Gostar de escrever.
2 - gostar de partilhar ideias e quem sabe encontrar quem se reconheça nelas.
De Anónimo a 16 de Outubro de 2009 às 21:21
Já calculava que não davas o cú por isso. Em primeiro lugar és um gajo do norte, carago!
Em segundo até assumes que és casado e bem casado. Isso tira-te logo à partida uma grande percentagem de possiveis visitantes.

Eu agora é que dava o cú para me ocorrer um nome para dar ao meu "diário".
De antiego a 16 de Outubro de 2009 às 21:35
Estou aqui a conferenciar com a minha gatinha.
Depreendemos que não é só sexo.
O titulo deve ser uma coisa pessoal. Tipo um nome que davas ao filme da tua vida.

Não arranjes é titulos como: "As palavras que nunca te direi".

Não arranjes à pressão. Dorme sobre o assunto. Se soubesses meditar (trasncendental), aonselhava-te a faze-lo.

O titulo há-de vir ter contigo, naturalmente. Vai escrevendo os artigos, e o titulo até pode vir de uma ideia que escreveste. Uma ideia, uma imagem, uma metafora.
De antiego a 16 de Outubro de 2009 às 21:47
"Aiconamaguento"
"Aiconamaguento-tenhoquecontar "
"lambe-me o cú a ver se eu deixo"
"Confissões de uma grávida espiritual"
"até ao fundo de mim"
"Vómitos sexuais"
"A quintessência femina"
"Divagações de um subconsciente indiscreto"
"Dei quase tudo, mas ainda ficou o resto"
"Delirios de uma solitária"
"bate uma por mim"
"Isto quando começa a sair..."

Ok, não dá para mais e melhor.
De Anónimo a 16 de Outubro de 2009 às 22:06
loooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooool

Mas estão ai alguns que me deixam tentada!
De tou anónima, não me chamo helena a 17 de Outubro de 2009 às 01:09
ja criei o aiconamaguento
http://aiconamaguento.blogs.sapo.pt/

Mas tou já meia nos braços de Morfeu e ainda ando aos pontapés com aquilo.
Amanhã olho com mais atenção para o que escrevi. Não sou muito dada a rascunhos..ou sai de rajada ou não sai, e aquilo foi um parto dificil, saiu a ferros.
Melhor dormir sobre o assunto. :)

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds