"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

. Crise e Poupança

.arquivos

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

A teoria do Divertimento

            Uma ideia muito gira, que podem ver no site The Fun Theory.

 

            A ideia é aliciar as pessoas a terem bons comportamentos, tornando esse comportamento divertido.

 

            Nos anos 70 os alunos eram levados a cumprir as suas tarefas sob a ameça de umas fortes réguadas. Resultaram muito bem comigo. Hoje em dia parece que os putos têm que ser premiados por tudo. Nada querem fazer senão tiver um retorno. O povo também é assim.

 

            Visitando o site repara-se que a ideia mais comum é premiar o bom comportamento com um simples sorteio. Compras um bilhete de transporte, habilitas-te a um sorteio, não excedes o limite de velocidade e habilitas-te a um sorteio do dinheiro das multas por excesso de velocidade.

 

            Seria uma questão de verificar se os resultados justificariam o custo dispendido com os incentivos.

            Se calhar é mais giro que eficaz.

 

            Para já a minha sugestão é esta: ponham relógios de parede em todo o lado, sobretudo nos lugares públicos.

publicado por antiego às 12:51
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
2 comentários:
De tou anónima, não me chamo helena a 2 de Março de 2010 às 19:07
Pois. É como aquele método que eu acho completamente anti-educacional: estimular os miudos a estudar prometendo prendas se passarem de ano. Já cheguei a dar a prenda no final de ano....mas porque achei que a mereceu, não por estar prometida!
As regras e as obrigações são para cumprir, não têm de ser premiadas ou ter uma contrapartida.

Continuo a ser apologista do castigo no caso de imcumprimento. No caso do cumprimento.....não se fez mais do que a obrigação.

Será que se vai adoptar esta nova "politica de incentivo ao civismo" a mais situações se resultar?

É um bocado assustador ter de se pagar para se ver civismo......estou fora.

De antiego a 3 de Março de 2010 às 11:33
Tens razão. É atrofiante premiar a obrigação. No entanto, os fins podem justificar os meios.

LOL, tive a minha ideia: quem fôr votar nas presendiciais fica habilitado ao sorteio de um carro.
Bem, o problema neste incentivo é que se iria viciar a coisa. Vale mais o voto de uma pessoa preocupada com o país do que o voto de um que o faz por desporto.

Comentar post

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds