"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. EUA tinham que passar

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quarta-feira, 4 de Junho de 2014

Fui eu que inventei

Eu, no meu egocenrismo, e invocando o conhecido  sketch  dos gato fedorento (?), estou convencido que sou o autor de algumas expressões que se usam hoje em dia e o impulsionador de muitas, indo-as resgatar a passado, feito Antiego Markl dos anos 80. Ressalvo que alguns possam ter tido a mesma ideia que eu.

Vejamos alguns exemplos:

Um colhão de coisas:

No principio dos anos 80, eu, os meus irmãos, e amigos liamos muito os quadradinhos da Disney. O Tio Patinhas era tão rico que se contavam, por ordem crescente, os biliões, trilhões, Quaquilhões que ele tinha. Eu reolvi extrapolar a cena, e por graça, inventei que a seguir ao Quaquilhão viria o Quilhão - com 10 anos também se estava neste tipo de piadas. Quaquilhãio era tipo uma quarta potẽncia, Quilhão seria a quinta potência. Naquela altura, no Porto, não diziamos Colhão. Era quilhão. Essa expressão só aprendi mais tarde na universidade.

Jogar às brancas:

Fui eu que inventei quando num jogo o meu adversário ao abrir meteu a branca, eu disse, eu tom de graça: jogas às brancas. Mas é possivel que mais 120 mil gajos tenham dito a mesma parvoice, assim, do nada.

As desculpas não se pedem, evitam-se

Aprendei esta frase nos anos 90 com um amigo meu de admirável conduta. Em 2005 usei-a uma ou outra vez para um filho de uma amiga minha. Pegou logo. Há poucos anos comecei-a a usar abundantemente para os meus filhos. Agora é o que se vê.

Altamente!

Uma das minha expressões favoritas dos anos 90, do secundário. Enjoa-me o "Boa!" de agora. Parece coisa de tias.

tags:
publicado por antiego às 00:27
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds