"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Bruna-Esperta

. O Trambolhão do Pedrito

. Mulheres com Potencial

. Casei com uma Atrasada Me...

. Macacas de imitação

. Factura Electrónica e Sex...

. Mais Sexys do Mundo

. Não compreendes as mulher...

. Casado ou Moreno

. Namorar um Casado

. Homens assim, mulheres as...

. Estatistica e Psicologia

. Venusianas e Marcianos

. Miss Portugal

. Mulheres Portuguesas

. Chafurda nestes Blogs

. Pedro Abrunhosa

. Virgem por uma Vida

. d.e.s.a.f.i.o

. Generalizações

. Mau Sexo

. Higiene Sexual

. Fecho do Hospital D. Este...

. Hospital Dona Estefânia

. Amantes sim, Maridos não

.arquivos

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quarta-feira, 2 de Junho de 2010

Bruna-Esperta

Neste caso vou reproduzir a opinião pertinente de pessoas amigas.

Pelo que ouvi, anda meia rede social a defender a professora do secundário que posou nua para a Playboy. Até ouvi dizer que há um movimento na rede social que se insurje contra a ostracização da professora que foi despedida por fazer uso da sua liberdade.

 

Quem me acompanha logo se riu desta noticia e disparou um rol de graças, fazendo uso do seu rico sentido de humor.

Dentro de todas as piadas, a ideia chave é que esta espertalhona teria feito isto premeditadamente, ou seja, previu tirar partido da escandaleira que seria uma setôra posar nua. Com esta publicidade, a carreira dela de modelo estaria garantida. Bem, a ultima noticia que li sobre a Bruna é que esta tem a agenda cheia. Com esta mega-publicidade, feita vitima coitadinha, que melhor propulsor para a carreira?

Para bater isto, só mesmo uma candidata a modelo virar freira e depois posar nua com as suas vestes. Aí é que as fantasias iriam ao rubro.

Ela nunca foi a professora que posou nua, ela é a modelo que resolveu ser professora e esta ultima profissão acabou por beneficiar sobremaneira a sua principal. Aliás, segundo os relatos das revistas, o grande sonho dela era ser modelo.

 

Os moralistas anti-moralistas entram em acção. Que horror, não estamos num país livre? Pois, que achará a classe de professores sobre este caso? Andam os professores danados com uma anedota que chama de vaca a uma professora, e surge uma colega que se anda a despir para toda a gente ver.

 

Será natural e inofensivo a minha professora de francês posar nua para a playboy e ninguém ter nada a ver com isso? Eu não tenho nada a ver com isso, mas não vou descansar até ter uma cópia da revista. E acham possivel evitar que os alunos não tenham acesso a essa edição?

 

Vistas bem as coisas, isto é extremamente pedagógico. Agora nem pensar em faltar a uma aula de francês e vou estar sempre atento à professora.

 

Se uma professora se envolve sexualmente com um aluno maior de idade, alguém tem a ver alguma coisa com isso? Não estamos num país livre?

 

Tantas causas a merecerem a nossa atenção como por exemplo, a erradicação de um Hospital Pediátrico em Lisboa (O Hospital D. Estefãnia) e andam aqui umas quantas bestas no facebook a na blogosfera, chocados com esta inustiça. Já uma professora não pode ser mulher.

 

publicado por antiego às 11:40
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Sexta-feira, 14 de Maio de 2010

O Trambolhão do Pedrito

O obreiro caiu mas a obra não. Aliás, fazer obra, erudidamente: obrar, é das coisas que este artista melhor sabe fazer. Desde pérolas como “Assim não dá, queres fazer amor comigo sem tirares o Wonderbra” até ao novo hit “fazer o que ainda não foi feito” que mais parece um plágio ao Jorge Palma. Este Artista melhorou bastante, nesta ultima canção não é que ele se atreve a cantar mesmo!

O Pedro apresenta-se como que um Artista plástico e diz coisas que soam muito bem. Estamos, é evidente, na presença de o Artista intelectual mor do nosso país.

Mas… uma réstea de humildade, o Artista também é humano

 

Não é que o Pedro Abrunhosa deu-se ao trabalho de escrever um testamento sobre o seu trambolhão! Mais uma vez, pior a emenda que o soneto. Ok, os génios têm destas coisas, uma disfuncionalidade qualquer que os torna grandes.

Vejam Pedro, o Eloquente, em:

 

O Trambolhão

 

Aqui podem ver como um Hamlet Lusitano acusou a sua tragédia! O

eminente criador destilou ódio e rancor pelos milhares de adolescentes que reinaram dele. Só faltava não gostar de crianças e flores. Em resumo, a sua resposta é:

 

- Sim, eu também sou humano e obedeço à lei da gravidade, mas já ganhei binte discos de platina e o meu novo disco vende como roscas. Sim, podem ter-se rido de mim e terem espalhado o meu ridiculo pela internet, mas eu, EU, sou melhor que todos vós juntos! Eu sou um rei da pop, vocês são uma merda e hão-de ser a vida inteira!

 

Vê-se na sua resposta ofical ao trambolhão, que ele é o grande mártir da mesquinhez nacional. Esta publicação é a sua vingança, a sua sublimação de ter sido alvo de chacota Lusitana. Só faltava convocar uma conferência de imprensa.

 

Uma queda no estrado, uma gargalhada estridente, um prato partido na cantina, umas palmas no ar, uma aluna que tem o periodo no meio da aula, o chato do colega de trás que não se cala, uma réguada que doi não na palma mas na alma (é preciso ter palma não dar o TPC pela alma), um vidro quebrado, um setôr gozado, um corredor de rasteiras, uma borracha de asneiras, uma cabeça rachada, uma bola que… ninguém me PASSA!


O homem deve ter tido pesadelos, vendo-se num auto da fé, não a ser queimado, mas a ser gargalhado até à morte. O gajo diz que as pessoas viram e reviram a sua queda, tendo extases multiplos com essa visão.

Meu caro, ninguém perdeu tanto tempo contigo, a não ser os infantes das escolas secundárias. Não andam 10 milhões de pessoas a pensar 8 horas em ti e as outras 16 horas a rirem-se.

Pedro, não havia necessidade de reagires assim, foi um exagero. Passaste-te da cabeça. Não era preciso acusar tanto o toque, feito um adolescente com um embaraço social atroz de ficar corado perante uma turma inteira.

 

Dúvidava que o pedro tivesse um blog. Mas será que ele tem algo para dizer? Tem, sobre trambolhões.

 

Agora vou-me armar em Bobone e dizer o que fazer nestes casos. Se dás um trambolhão, o ideal era seres mesmo um gajo cheio de humor e rires-te de ti próprio. Rias-te genuinamente, dizias umas graçolas espontâneas e não se falava mais nisso. Aliás, se fosses uma grande estrela, saías tão airosamente do hipotético embaraço, que as pessoas iriam-se rir tanto da queda como da tua atitude.

 

O problema é que eu e tu, não temos grande presença de espirito. Acusamos o embaraço do trambolhão. Que fazer? Dar um sorriso amarelo e dizer uma graçola cliché qualquer como:

- Maldição, quase que caía.

 

E depois, não falar mais nisso. São coisas que acontecem. Ah, esquecia-me, depois nas entrevistas toda a gente nos vai falar nisso. E tanto mais vão falar quanto nós acusamos o toque. Preparar uma ou duas respostas curtas e até fazer como o Pedro no Herman 2010 – mudar rapidamente de assunto. Não tem importancia.

 

Agora, eu caír perante milhões de espectadores e achar que não hão-de haver uns milhares que se vão rir à fartazana e falar a semana inteira sobre isso, é achar que eu sou uma figura tão reverente que toda a gente deve é lamentar o facto como se eu fosse um Papa Octagenário que desse uma queda em solo que acabara de benzer.

Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Mulheres com Potencial

            Mulher gira é aquela mulher relativamente bonita, com ar de fofinha. Tem ar de teenager, um ar miúdinho. Alguma aura de candura, um belo e fácil sorriso. Ar de boa rapariga, parece ter bom carácter, até aposto que senão é católica é porque foi desviada pelo lobo mau. Até pode ter um esgar de mau geniozinho, mas lá no fundo no fundo, estou certo que tem um coração de manteiga e dava uma grande mãe. Num caso extremo até pode ser uma peste mas nada que muito carinho não adoce.

            É linda de blue jeans… não, isto é a Anita do Marco Paulo… É uma rapariga com um ar querido de prendada. Nem fala muito, sorri muito mais que fala. Sorri para toda a gente o que lhe vale umas paixões de caixão à cova daqueles rapazes carentes que nunca beijaram uma rapariga, que toda a gente os acha cromos.

 

            Se és uma rapariga gira estás feita na vida. Se tens um emprego de merda, alguém há-de dar valor no teu talento inato e te tirar daí. O mundo está cheio de olheiros e benfeitores. Muita gente vai reparar em ti e te querer ajudar.

            Em cada homem há o sonho de “My Fair Lady” ou “Pretty Woman”. Esta é das fantasias mais comuns no homem: pegar numa pobre diabo e fazer dela uma grande mulher. Claro que, para isso acontecer, tens que ter beleza. É a alma nobre do homem a funcionar. È o lado caridoso deste vil sexo masculino.

            Poucas coisas enternecem e indignam tanto um homem do que ver uma bela mulher nas ruas da amargura.

 

            Até eu, nos meus 27 anos, uma vez fiquei sensibilizado e meio revoltado com a má sorte de uma rapariga que trabalhava árduamente numa portagem da auto-estrada. E logo corri para contar aos meus colegas que, nestas coisas logo se solidarizam – lá está, é o lado sensivel inato do homem.

- Como é que uma rapariga daquelas está a trabalhar numa portagem da auto-estrada?

            Ao que o colega responde que realmente é intrigante, deve haver uma explicação racional para isso. Se calhar é estudante e ainda não arranjou nada melhor.

 

            Para um homem, uma bela mulher trabalhar num emprego menos conceituado é um desperdicio. Uma mulher jeitosa é sobre-qualificada para este tipo de empregos. Merece mais. Imagine-se a quantidade de sobre-qualificadas de países de leste que apareceram no nosso país. Cheguei a ouvir falar sobre isso há cerca de 5 anos atrás. E de como era complicado um pai ter como bábá dos seus bébés uma mulher de Leste. Era a tentação de fazer justiça, de tirar aquela mulher dotada desse destino imerecido e colocá-la numa posição em que a sociedade tirasse melhor partido das suas aptidões.

            Não vos revolta ver uma mulher com potencial que, bem arranjada seria uma mulher mais fina do que as que andam por aí no jet-set, a mulher de limpezas !!! Um homem de deus não fica indiferente a tamanho sub-aproveitamento de recursos humanos.

            E se há muitos menos pró-activos, de tantos pelo menos um surgirá para que se faça justiça, agarrando o touro pelos cornos:

- Basta! Esta mulher merece mais!

 

            Acham que aquela giraça sorridente a transbordar de simpatia se iria manter por muitos mais anos a servir na cantina? Está na cara que ela estava fadada para mais altos vôos. Há gente que tem azar na vida e não começa logo na area para a qual está vocacionada.

 

            Portanto, rapariga de boa fé, mantém esse sorriso, esse ar timido, não fales demasiado, um dia alguém há-de reparar em ti, ver que realmente és especial e fazer de ti uma senhora. Até te levam ao colo, para o lugar que mereces, qual principe salvando a sua dama em apuros (Damsel in distress).

 

 

Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Casei com uma Atrasada Mental

            Aviso aos cidadões: anda por aí muito gajo a casar com atrasadas mentais. Pois já ouvi, de mais que uma boca, referirem-se às suas ex-mulheres como:

- Aquela atrasada mental.

 

            Sugestão: como o amor é cego, antes de marcarem a data de casamento façam um teste de QI ao vosso futuro Cônjuge.

            O teste pode ser algo como:

 

1 – Qual a filha do teu pai que não é tua irmã?

 

2 – Se ganhares mil euros e gastares 2 mil com quanto é que ficas?

 

3 – Se fosses uma puta e um cliente te propusesse: se me fizeres um broche dou-te 300 euros ou uma anuidade do kit TvCabo + Internet + telefone, qual escolherias?

 

4 – Qual o ditado com que mais te identificas?

a) A vida são dois dias e o Carnaval são três.

b) Mais vale prevenir e ter dois pés atrás.

c) Vivo cada dia como se fosse o último.

d) Não se pode ter tudo.

 

5 – Você prefere contrair um crédito à habitação por 40 anos do que por 30, porque:

            a) A prestação é mais baixa.

            b) Ao fim e ao cabo, a sua morte vai acabar por pagar o empréstimo.

            c) Vive o dia-a-dia.

            d) Toda a gente o faz.

 

6 – Uma pessoa que não gosta da canção “Unbreak my Heart” da Toni Braxton, é romãntica?

 

7- Você não faz reciclagem porque:

a) Isso é da competência da sua empregada.

b) Dá muito trabalho.

c) Não vale a pena porque acaba por misturar tudo.

b) Faço reciclagem sim, de mim.

 

8 – Não vale a pena ir votar porque:

            a) Os politicos são como os homens.

            b) É Domingo.

            c) Não sei do meu cartão de eleitor.

            d) Prefiro ler um livro a assinar com uma cruz.

 

9 – Você gosta de cinema francês porque:

            a) Se fala em francês.

            b) Os franceses são muito intelectuais.

            c) Os filmes americanos são muito comerciais.

            d) Está na moda.

 

10 – O que mais a apaixona fazer nos tempos livres:

            a) Apanhar um avião.

            b) Ir ver um filme francês.

            c) Ir a uma exposição qualquer, desde que seja uma exposição.

            d) Ir às compras.

 

11. Qual o Objectivo da sua vida:

            a) Ser feliz.

            b) Ter o máximo de sexo possivel.

            c) Colecionar férias, lugares, países.

            d) Viver um dia de cada vez.

 

12 – Você é concerteza uma boa pessoa. Porque:

a) Era incapaz de cegar uma criança para a pôr a pedir esmolas.

b) Quer que toda a gente seja feliz.

c) Não diz mal de si a ninguém.

d) Nunca seria tão má como a personagem mais odiosa e intriguista das telenovelas.

 

Terça-feira, 21 de Abril de 2009

Macacas de imitação

             Porque as mulheres, na sua guerra dos sexos, insistem em se afirmar adoptando comportamentos masculinos? E alguns deles nada edficantes.

             Porque será que a mulher tem o ego tão frágil? Serão séculos de opressão sistemática ou apenas infantilidade? Aí deve estar uma boa razão porque alguns clamam a sua elevação de alma. Não se apoquentem, o complexo de superioridade justifica-se. "Está na cara".

 

             A imaginação nunca foi uma caracteristica muito própria delas. Daí que redondem em belas macacas de imitação. Tudo bem, desde que imitemos o que é bom e belo. Não assassinem é a natureza.

publicado por antiego às 01:46
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Factura Electrónica e Sexual

            Se é cliente da EDP e da EPAL, adira à factura electrónica. Chega de papelada e principalmente de assassinar àrvores. Façamos alguma coisa pelo mundo.

 

            Eu faço o seguinte: tenho uma conta de e-mail que também serve de armazém para todos os meus documentos electrónicos. Agora que forncem contas de e-mail com uma capacidade enorme, use-o também para armazenar coisas suas e poder aceder a elas de qualquer computador.

 

            Esse é o meu endereço de e-mail onde vão parar todas as minhas facturas electrónicas. Guardo uma cópia no meu computador pessoal (backup) e transfiro esse e-mail com a factura para uma directoria no meu e-mail que se chama qualquer coisa como “Facturas”. Se precisarem da factura em papel, é só mandar imprimir.

 

            Contactos para aderirem à factura electrónica:

 

EDP:                808 505 505

                        808 53 53 53

                       

                        www.edp.pt

 

EPAL:              213 221 111

 

                        http://www.epal.pt/

 

música: Save me - Queen
Terça-feira, 17 de Março de 2009

Mais Sexys do Mundo

            Descobri um novo canal que é de gritos. O Canal "E" ou "E!". È um canal cor-de-rosa. Mexericos, gente famosa, etc.

            Passaram um programa a falar das 25 gajas mais sexys do mundo e outro dos 25 gajos mais sexys do mundo.

 

            Para grande orgulho nosso, o 1º lugar dos gajos é do Cristiano Ronaldo. Grande macho lusitano. Mostra-lhes como é. O 1º lugar de gajas foi para Adriana Lima, Braisleira. Também me sinto muito honrado com este prémio feminino. Que dizer? As pessoas mais boas do mundo falam português. E a Adriana Lima decerto tem genes portugueses. Ora aí está, con gratulem-se.

 

            Eu sei que ela é portuguesa, e ela aparecer to TOP 10, também é motivo de glorioso orgulho, mas qual não foi o meu espanto quando vi Nelly Furtado no 9º Lugar !! Ouviram bem? No Nono lugar. Que raio de critérios usaram na eleição? Deve ser uma espécie de miss simpatia.

 

            E porque não acredito muito na validade dos critérios? Porque na maior parte das gajas do TOP 25, eu vi comentários de gajos babados, do género: "Fico quente só de ouvir falar no nome dela". Quando chegou a vez da Nelly Furtado, só apareceram testemunhos de gajas a falar !! Não se viu um só gajo a elogiar a sua beleza ou formas.

            Mas quem entende de mulheres, afinal, hmmmm !

música: Cámone - Nelly Furtado
publicado por antiego às 00:13
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
|
Terça-feira, 10 de Março de 2009

Não compreendes as mulheres

            Apercebi-me que esta blogosfera sofre do cliché que apregoa que é pouco possivel compreender uma mulher… Ah, Ah, ah… tão engraçadinhos.

            Com que então, meus manganões, a tentar impressionar o belo sexo? Como quem diz:

- Eu adoro as mulheres! Esse ser fascinante, mistério insondável, obra-prima divina, esse ser cósmico e fabuloso que de tão rico, inteligente e complexo, é impossivel compreende-lo. Ao ser esmagado pela sua luz, eu me rendo!

 

            Vá lá, com um pouco de inteligência e boa vontade, vais ver que consegues. Gostavas de ser incompreendido? É uma solidão. Não queres que elas estejam sós, pois não? Apela à tua sensibilidade, tenta compreender, tenta perdoar, não sejas egoísta, dá um passo no caminho da tolerãncia, é só um esforçozito, tenta pôr-te no lugar delas. Vais ver que as compreendes. Não é dificel, basta quereres.

música: Woman no cry - Bob Marley
Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2009

Casado ou Moreno

            Parece que o ultimo post, sobre mulheres que namoram homens casados, causou grande furor.

            Muitas mulheres devem-se ter sentido atingidas e enfiaram a carapuça.

 

            O post é mais que uma opinião minha, é um sentimento. Acho vil e nojento uma mulher namorar com um homem casado. É como alguém achar nojento uma pessoa escarrar para o chão ou bater na mulher lá em casa.

            Se conheço uma mulher e ela, sem mais nenhuns dados de contexto, me diz que namora ou namorou com um homem casado, é uma grande nódoa na impressão que fico dela.

 

            As coisas devem ser entendidas na generalidade e não no absoluto. É claro, que há casos de excepção, que eu compreenderia e os acharia aceitáveis. Dentro desses casos, estarão talvez relacionamentos de verdadeiro mútuo amor que poderão ter dado em divórcio e acabado em final consequente.

            Claro que há casos e casos. Haverá casos em que a própria nem sabe de nada. Na maior parte dos casos o casado deve dizer a lenga-lenga que o casamento está uma merda, que ele é um pobre coitado, etc. E a gaja cai que nem uma pata e fica à espera de ele ser seu, quando nunca é a intenção dele. Ou seja, ele só quer dar umas quecas. Claro que a principal responsabilidade de uma traição é da pessoa que está comprometida, mas não é este o motivo do post.

            Depois venham-me dizer que têm azar no amor. “Eu envolvo-me sempre com os homens errados! Ou são casados, ou são patrões ou são violadores”. Ainda têm a lata de me dizer que preferem ser a amante do que serem a mulher encornada. Isto deve andar muito mal de homens. Depois há o slogan “Amantes sim, maridos não” – os maridos dão muito trabalho.

 

            A impressão que me dá é que há mulheres que dizem que saiem com homens casados como fosse a coisa mais natural do mundo:

- Olha, ando a sair com um homem. Ele é casado.

            E dizem “ele é casado” como se dissessem “ele é loiro”, “ele é do Sporting”, “ele é desempregado” (se calhar aqui a coisa é que era gravissima, e realmente era uma condição de estatuto que eliminaria logo o gajo).

 

            Já agora, passo a relatar o diferente tratamento que dariam mães ao saber que a filha namora com um homem casado:

- Mãe, namoro com um homem casado.

Mãe do sul - Ó filha, esses relacionamentos são complicados. Ele tem filhos? Em que é que trabalha? Quantas vezes vocês se vêem por semana? Ele ama mais a mulher do que a ti? Ele paga-te as refeições?

 

- Mãe, namoro com um homem casado.

Mãe do norte – O quê! Mas eu criei-te para dares em puta !!!!! O que fazes com um homem casado?

 

            Resta-me desabafar: Mas anda tudo tolo !!! Não se pode criticar os nazis pelas suas mensagens xenófobas porque há a liberdade de expressão, não se pode criticar uma pessoa que casa por dinheiro porque temos que respeitar os estilos de vida.

 

            Será que é aceitável haver mensagens públicas do género “Morte ao Pretos”, Será que é aceitável um gajo casar com uma mulher unicamente por dinheiro, será que é aceitável uma pessoa namorar com outra casada ????

 

            Foda-se, Tá tudo tolo.

Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Namorar um Casado

            Uma vez fui ver com um amigo um filme intitulado “Infedilidade”. Como bem a minha companhia reparou, à excepção de nós, a sala de cinema estava cheia de casais. Parece evidente que o tema infedilidade dá uma grande tusa ao pessoal. Já vi olhos a brilharem, de casados, ao discutir o tema.

 

            Hoje vou falar de um preconceito meu. Deve ser por eu ser do norte, não sei. Para mim, uma mulher manter um relacionamento com um homem casado é algo a roçar muito o nojento. E podem-me perguntar vocês: e então, que pensas de um homem manter um relacionamento com uma mulher casada? Ao que eu respondo.

- Não sou gay, não estou para aí virado. De qualquer modo, de longe, o mais comum é ouvir uma mulher a andar a ser comida por um homem casado.

 

            Dar uma queca com um homem casado, ainda vá que não vá. Agora, namorar com ele, foda-se! Isso é coisa de grande vaca louca. OK, não sou mulher, se calhar não compreendo que um homem casado possa ser mais apetecivel, pela transgressão, pela emoção, pela competição velada entre as mulheres, porque estatisticamente um homem casado é um homem mais experiente, mais charmoso (é bom, é natural que já esteja tomado), é mais valioso (tem o sêlo de qualidade de ser casado), e outras coisas que não consigo imaginar mas que peço que me expliquem.

            Também me podem dizer que as paixões não se escolhem. Gosta-se de este homem, o azar é que é casado. Tretas! Todos nós já eliminamos montes de pessoas porque não cumpriam os nossos parametros em relação ao seu estatuto. Uma pessoa que não tem o escrupulo de se relacionar ou não com uma pessoa casada, não é flor que se cheire.

 

            Afinal que quer uma mulher que mantem uma relação de namoro com um homem casado? Será que está iludida com as patéticas promessas dele, será que se masturba com a suposta desgraça do seu casamento? Será que se sente mais mulher por ter um relacionamento fogoso com um homem que tem um casamento desastroso ou um casamento que o faz procurar outra mulher, logo ela? Será que sente esta grande bajulação?

            Será que pouco lhe importa se o homem é casado, trai ou não trai? Será que é irrelevante se alguém comete um adultério consigo? E como haveremos de julgar o romantismo desta mulher? Eu aprecio mulheres romãnticas. Para mim, é uma qualidade intrinseca à mulher. Pateta iludida ou mulher excitada em encornar outra?

 

            Não acredito em mulheres que não queiram casar e ser felizes para sempre.

            Ou deverei dizer: há as mulheres que querem casar e há as putas.

 

Contador Web
Contadores
online

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds