"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Pessoas boas para beber u...

. Lei do Ruído 2017

. Pretender

. FC Porto mais português!

. Os homens são todos iguai...

. Ninguém faz nada!

. A moda do brunch

. Lopetegui a treinador do ...

. Treinadores Portugueses

. Super-Mães

. Deve haver uma explicação

. E depois do Adeus

. Ginastica Mental

. Hino à prostituta

. Banco Alimentar

. Teoricamente barato

. Pessoas com Categoria

. UML: para pessoas que gos...

. 10 contra 11, não!

. Taxista Sportinguista

. Escolher um Bacalhau

. Só os Belos empacotam

. As leis não escritas

. Programador burro

. Programador vs Eng. Softw...

. O Porto da minha Infãncia

. Fazer amigos

. Fui eu que inventei

. Pessoas bem-educadas

. Antigamente

. Jorge Jesus e P. da Costa

. AH! Apanhar uma Camioneta...

. Ser Benfiquista

. Ninguém sabia o que fazer

. Almas Gémeas

. Aprendendo a ser Jovem

. Homens Misteriosos

. Depois de Babel

. Melhor que Telenovela

. 25 de Abril para os Joven...

. No meu tempo

. FC Porto vergonhoso

. O Canal Q e a cidade

. Pessimismo e conspiração

. A fugir do próprio Ego

. Rabos e rabinhos

. BCP é bom camarada

. Palpites

. O Drama dos Penalties

. Tratamento de Psicologia

.arquivos

. Maio 2018

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Barulho até às 10 da Noite (O Mito)

            As pessoas emprenham pelos ouvidos. Ouvem dizer que se pode fazer barulho em casa até às 10 da noite e depois juram a pés juntos que a lei diz isso mesmo, e falam ainda com orgulho de serem sábios, de estarem por dentro da lei.

            Acham mesmo que tem algum cabimento uma pessoa ser livre de fazer o barulho que quiser, em casa, mesmo que isso incomode o prédio inteiro? Claro que não faz sentido fazer barulho que incomode os outros, em parte alguma. Isto é apenas bom senso.

            Não posso aceitar que a lei permita que o vizinho de cima possa pôr a musica a altos berros às 5 da tarde ou pontapear o cão às 10 da manhã.

            O Ruído de que falamos, designa-se, na lei, como ruído de vizinhança. E eis o que a lei diz dele:

 

<< Artigo 10.o
Ruído de vizinhança
1 — Quando uma situação seja susceptível de constituir
ruído de vizinhança, os interessados têm a faculdade
de apresentar queixas às autoridades policiais da
área.

2 — Sempre que o ruído for produzido no período
nocturno, as autoridades policiais ordenam à pessoa ou
pessoas que estiverem na sua origem a adopção das
medidas adequadas para fazer cessar, de imediato, a
incomodidade do ruído produzido.

3 — Se o ruído de vizinhança ocorrer no período
diurno, as autoridades policiais notificam a pessoa ou
pessoas que estiverem na sua origem para, em prazo
determinado, cessar as acções que estão na sua origem
ou tomar as medidas necessárias para que cesse a incomodidade
do ruído produzido.>>

tags: , , ,
publicado por antiego às 15:36
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
180 comentários:
De António a 12 de Dezembro de 2009 às 00:02
Argumento pobre, diria até ignorante.
1- A diferença entre o direito de ouvir musica e obrigar os outros a ouvir musica é no mínimo a mesma entre polo norte e polo sul. Que são ambos brancos, estão separados pelo resto do planeta e nunca se vão encontrar.
2 - comparar o que se passa num qualquer restaurante e um edifício de habitação é no mínimo, uma resposta de quem olha apenas para o próprio traseiro . Para este caso diria, muda de emprego se não queres ouvir barulho no restaurante onde trabalhas, podes sempre dedicar-te à pesca que é mais silenciosa.
Algo me diz ainda que daqui a uns anitos, se lá chegares, vais ter que morder a língua, pois garanto-te que não vais para mais nova e vais ter vizinhos como a maioria de nós, a não ser que mudes de vida ou te saia o euromilhões e aí sim possas escapar-te ao malfadado condomínio.
Já agora o Alentejo na tua opinião deveria ser um enorme condomínio provado para velhos. Isto demonstra a inteligência argumentativa que vai na cabecinha de uma empregada de mesa e que algo me diz, que não irá muito mais longe do que já está.
Faz um favor à sociedade, vai viajar, vai estudar mais.
3 - "As pessoas são muito mesquinhas" - são e tu és uma pessoa, logo tens direito à tua mesquinhas , mas tens também a obrigação de a controlar para não incomodar os outros mesquinhos que também têm os seus direitos.
Mais, a postura de quem é pisado nos seus direitos, aos olhos dos outros é sempre de mesquinha, até lhes tocar a mesma dose e é aí que aprendem que afinal todos temos direitos e obrigações, gostemos ou não deles.
Relativamente ao assunto "Barulho até às 10 da Noite" estou claramente de acordo em que a lei é clara sobre o assunto, sim temos o direito de fazer barulho e a obrigação de o evitar, não incomodando os demais, tendo estes o direito de se queixar. Sendo este normalmente o maior problema, se alguém se queixa é automaticamente rotulado de chato, mesquinho, e coisas piores. Pois pessoalmente irei confrontar sempre os causadores de ruído sejam a que horas for e se não pararem, chama-se a polícia , e se não resolver, utiliza-se a psicologia invertida, volto à carga. Já que não tenho descanso, também não lhes dou descanso. As mentalidades, em determinadas sociedades alteram-se com a educação, noutras apenas a Lei de Pavlov funciona. Toca-se á campainha e o animal vai baixar a música.
Mais um aparte, sempre que confrontei alguém por causa de musica alta a qualquer hora do dia, teve sempre o efeito desejado, levou mais ou menos tempo, mas baixaram a música, uns fizeram birra e até me disseram que iam fazer pior, mas reconsideram sempre, porque lá no fundo acham que ganharam a discussão e gritaram sobre os seus direitos. Alminhas tristes digo eu, que necessitam de utilizar argumentos retalhados da lei para se fazerem ouvir, e mais triste ainda, fazerem-se ouvir por um vizinho que quer apenas paz e descanso. Gritem sim com com toda essa paixão , mas por terem melhores ordenados, serem tratados condignamente pelos patrões, vivam sim, sem necessitar de atropelar os outros.
Portanto senhora empregada de mesa, deveria saber antes de o ser que a grande maioria dos restaurantes são barulhentos e ouve-se o que se quer e o que não se quer. Tivesse estudado para gourmet e fosse trabalhar para o Tavares Rico.. ou outro qualquer onde o ruído não é concerteza um problema e as pessoas se comportam de forma diferente àquela que está habituada. Como vê é muito fácil utilizar o mesmo tipo de argumento, basta olhar apenas para o olho traseiro próprio.

Aos comentários idênticos ao da senhora empregada de mesa, pois enfim, terão mais tarde ou mais cedo o que merecem... a própria vida vai encarregar-se disso.
Infelizmente este é um problema que irá estar sempre presente desde que haja duas pessoas a viver lado a lado e cada uma achar que o seu umbigo é que é o presidente da junta.
Tenho dito, e peço desculpa por ter o direito de responder a gente parva. E em vez de direito, deveria ser obrigatório responder a gente parva, sobre a pena de multa de quem o não fizesse. Devaneios, mas tenho o direito a eles sem chatear muito os outros.
Passem bem.
António
De antiego a 12 de Dezembro de 2009 às 01:45
Muito obrigado por ter respondido a esta imbecil por mim. Eu deveria-o ter feito, só que não liguei na altura ou deu-me a preguiça. Depois esqueci-me e já nem me lembrava deste comentário que não devia passar em branco.

Como dizia a mãe de um amigo meu, às vezes dá vontade de viver na Suiça.
De RMiguel a 1 de Julho de 2011 às 15:27
Muito bem.....
De CP a 28 de Agosto de 2013 às 15:25
Sr. António, tudo dito, mais palavras só destabiliza gente ignorante , eu tenho uns parasitas no meu prédio que viram morcegos de noite e é um barulho que não se pode, desde falar educadamente com eles até a polícia lá ir bater todos os dias nada adianta. Preciso de descansar , pago impostos , sou útil á sociedade , não sou santa mas sou uma pessoa de bem e tenho de levar com estes parasitas da sociedade que nada fazem a nao ser importunar os outros, tanta gente boa que morre e esta gente que não anda cá a fazer nada ,ada lhe acontece, triste mesmo , que justiça é esta? ando a pagar esta casa há 25 anos e tenho de me mudar porque quero Paz depois de um dia de trabalho? é justo? Não , não é!!!
De antiego a 7 de Setembro de 2013 às 00:01
Parece que o barulho, sendo terrorismo psicologico, ou assédio moral (como também lhe chamam) é uma coisa dificil de provar.
De CP a 12 de Setembro de 2013 às 23:27
O meu azar e a sorte destes parasitas é de eu não morar nos Estados Unidos, pois de certeza que já não estaria em liberdade. Cansada , exausta de não dormir, noites seguidas com o barulho destes c... .. ir trabalhar , com uma mae que necessita de cuidados de noite a ter de vigiá-la , o pouco que se pode dormir é quando decidem sair as 4h da manha , assim até mais ou menos ao regresso deles se pode descansar antes de levantar tipo zombie para ir para o trabalho.E a raiva é que ninguém faz nada, nem administrador nem senhorio, que tento contactá-lo algures na madeira e permanece incontactável.

Comentar post

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds