"Espicaçar as consciências adormecidas"

.posts recentes

. Floresta no Egipto

. Floresta da Peninsula Ará...

. Generosidade Real

.arquivos

. Maio 2018

. Março 2017

. Maio 2016

. Janeiro 2016

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

Quarta-feira, 30 de Março de 2011

Floresta no Egipto

            Já andava à procura das florestas do Egipto, há meses e meses:

Egito planta 71 mil Km² de florestas no deserto

São leituras como estas que me deixam com água na boca. O Egipto já criou 34 florestas e está com o projecto de criar mais 10, que no total, as 44 florestas, dá uma área aproximada à de Portugal. Maravilhoso.

 

           Bem, como o link desapareceu, transcrevo o conteúdo desta página:

 

Egito tem 95% de seu território coberto por desertos estéreis ou com pouca vegetação

O governo egípcio desafia a natureza ao regar áreas desérticas com água reaproveitada para convertê-las em florestas, cuja superfície já equivale ao território do Panamá.

Veja diferentes desertos pelo mundo

A diferença verificada após a intervenção humana é dramática: onde antes havia uma paisagem desértica e inóspita, agora há áreas verdes cobertas de árvores de alto valor econômico como álamos, papiros e eucaliptos.

Tudo isso foi possível graças à água que utilizam, poluem e desperdiçam todos os dias os 80 milhões de egípcios. Ironicamente, essa é a melhor opção para as chamadas "florestas feitas à mão".

Nabil Kandil, especialista na análise de terrenos desérticos adequados para o florestamento e professor do Instituto de Pesquisa de Solo, Água e Meio Ambiente, explicou como é possível a transformação.

- A água residual pode transformar o que não é fértil, como o deserto, em algo fértil, já que contém nitrogênio, micronutrientes e substâncias orgânicas ricas para a terra.

A opinião é compartilhada pelo professor do Departamento de Pesquisa de Contaminação da Água, Hamdy el Awady, que até ressalta a superioridade das plantas regadas com água reaproveitada.

- Esse tipo de água tem muito mais nutrientes do que a água tratada e, por isso, é uma fonte extra de nutrição que pode fazer com que as plantas resistentes aos climas hostis cresçam mais rápido e, inclusive, tenham folhas mais verdes.

Os dois professores sabem bem a importância de equilibrar a oferta e a demanda em um país que produz 7 milhões de m 3 de água residual ao ano e que, ao mesmo tempo, tem 95% de seu território coberto por desertos estéreis ou com pouca vegetação.

Ao todo, há 34 florestas ao longo do país, localizadas em cidades como Ismailia e Sinai, no norte, e em regiões turísticas do sul, como Luxor e Assuã, num total de 71.400 km 2 que equivalem à superfície total do Panamá.

De acordo com o governo egípcio, há outras dez florestas em processo de "construção", em uma área de 18.600 km 2.

Os mais de 71 mil km2 de floresta plantados até agora são resultado das análises de solo, clima e água que possibilitaram a escolha das espécies de árvores capazes de sobreviver em condições extremas, como explica El Awady.

- A boa notícia é que as plantas são seletivas. São elas que selecionam a quantidade de água e os nutrientes necessários para sobreviver.

Confira também

Desertos fascinam e preocupam habitantes

Conheça variados desertos do mundo

Brasil aprende com México a reutilizar água

ONG ajuda africanos a captar e reusar água

 

A maioria das espécies cultivadas até agora são árvores como álamos, papiros, casuarinas e eucaliptos, semeadas para responder à demanda de madeira do país, além de plantas para produzir biocombustíveis como a jatrofa e a jojoba, e para fabricar óleo, como a colza, a soja e o girassol.

 

publicado por antiego às 10:06
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
Quinta-feira, 24 de Março de 2011

Floresta da Peninsula Arábica

            Eis aqui um fantástico a ambicioso plano para voltar a cobrir de vegetação a península Arábica: Cooling a planet with Revegetation.

             Pelo que entendi, este estudo defende que as monções não ultrapassam uma linha imaginária no médio oriente. Mas, plantando uma boa quantidade de plantas num certo ponto estratégico da península, vai fazer que as monções ultrapassem essa linha e haja muita mais precipitação, o que trará de volta muitas plantinhas e vida.

 

             O meu sonho de projecto seria assim: As nações unidas comprariam uma fatia do deserto do Sahara aos seus países. Da costa atlântica, ao mar vermelho, um território com uma largura de cerca de 100 km (parecido com sahel), seria património de toda a gente, da humanidade, sem pertencer a qualquer país. Por esse terreno árido, o mundo pagaria uma compensação aos países a que pertence.

             Num esforço conjunto, o projecto seria reflorestar essa faixa, começando nas duas costas, até ir ganhando terreno para o interior. A vegetação iría-se expandir também naturalmente para os países vizinhos.

             Esta ideia está-me a dar uma moca tal que eu já estou preocupado com os incêndios na floresta do Sahara. Para precaver destas tragédias, já estou a pensar em conceber grossos corta-fogos, com 1 km de largura.

publicado por antiego às 10:54
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos
Terça-feira, 9 de Março de 2010

Generosidade Real

            Um exemplo de generosidade a se aplaudir é o do Jogador Chileno Matías Fernández, do Sporting Clube de Portugal.

            Discretamente, passados dias do terramoto do Chile, a Bola lança a noticia:

Matias oferece 30 casas a vítimas do terramoto no Chile. O Equivalente a uma doação de 21 mil Euros.

            E perguntam-me vocês que não são da colectividade berdejante: que é este Matias? Não sei. Sei quase tanto como vocês, sendo eu adepto de futebol. Já tinha ouvido falar deste nome. Acho que chegou este ano ou o ano passado ao campeonato português.

 

            Cristiano Ronaldo, logo após a tragédida na Madeira, prestou-se logo a mostrar uma camisola com a palavra Madeira e a prometer um jogo de angariação de fundos. Até hoje não sei de esse jogo e custa-me a crêr que o Real de Madrid veja com bons olhos o seu jogador mais valioso nessas brincadeiras. Se Cristiano já doou alguma coisa à Madeira, ou o fez muito discretamente ou a comunicação social anda a dormir.

 

            Imaginemos qual a diferenças de rendimentos entre esse desconhecido Matías Fernández e Cristiano Ronaldo. Imaginemos a diferença de Fortuna entre Joe Berardo e Matías Fernández.

 

publicado por antiego às 10:58
| Comentar (ou não) | Adicionar aos Posts Favoritos

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds